A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

14/12/2012 10:30

Antes mesmo de assumir, Bernal já está em crise com os vereadores

Fabiano Arruda
Prefeito eleito Alcides Bernal conversa com vereadores na única visita oficial à Câmara, no dia 6 de novembro. (Foto: Divulgação)Prefeito eleito Alcides Bernal conversa com vereadores na única visita oficial à Câmara, no dia 6 de novembro. (Foto: Divulgação)

O congelamento do IPTU para 2013, aprovado pela Câmara Municipal, ontem (13), expôs uma crise entre os vereadores e o prefeito eleito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP). Hoje, a rusga teve mais um ingrediente: No Facebook, o progressista acusou os parlamentares de boicote a seu governo que começa em janeiro.

“A maioria dos vereadores que aumentaram seus salários, resolveram diminuír o orçamento de 2013 (preparado pelo prefeito atual), e, muito previsível e provavelmente vão querer engessar e boicotar a nossa futura administração, aprovando emendas que aumentam despesas e reduzem de 30% para 5% a suplementação orçamentária ou condição para bem administrar. Tudo por pura e egoística vontade de impedir uma futura boa administração”, escreveu o prefeito eleito.

“Ele tem que entender que a Câmara é soberana, é um Poder e os Poderes têm de se relacionar. Dá a impressão de que ele pode administrar sem os vereadores”, declarou Airton Saraiva (DEM) sobre a relação com Bernal.

“Eles poderiam rever também as licitações do lixo, do transporte coletivo, da inspeção veicular e da merenda escolar”, retrucou o prefeito eleito.

Embora o legislativo campo-grandense conte com nova disposição a partir do ano que vem, 14 deles compõe o atual quadro e a celeuma gerada pela votação do tributo pode levar prejuízos ao primeiro ano do mandato do progressista.

“O Bernal é um cara que não conversou com ninguém. Ele queria congelar e agora vamos congelar”, disse nesta semana Vanderlei Cabeludo (PMDB) num misto de protesto e retaliação pelo distanciamento de Bernal com a Câmara.

Do lado dos vereadores da base de partidos que ajudaram a eleger Bernal, outras situações na votação chamam atenção. Petistas, por exemplo, como Thais Helena e Marcos Alex, posicionaram-se a favor do reajuste proposto pelo prefeito Nelson Trad Filho (PMDB) de 5,3%, definindo o índice, que apenas repõe a inflação, como vitória da sociedade.

A postura contraria o que foi pregado pelo candidato do partido na disputa à Prefeitura neste ano, Vander Loubet, outro a defender o congelamento. Por outra leitura, eles estariam tentando mesmo proteger o primeiro ano de mandato do progressista: aumento do tributo para que as receitas municipais não sofressem qualquer risco no início da gestão.

Já outros vereadores “aliados” votaram favorávelmente ao congelamento alegando coerência e porque também pregaram a ideia ao longo do período eleitoral. Athayde Nery (PPS), por exemplo, considera a aprovação da proposta uma vitória aos campo-grandenses após anos de reajustes consecutivos, entretanto, pontua que Bernal preferiu que Bernal não quis assumir o congelamento.

Nesta semana, Airton Saraiva criticou justamente o distanciamento do chefe do Executivo Municipal a partir de 2013 com as questões em discussão que vão influenciar seu primeiro ano de mandato. Até agora, o progressista fez uma visita oficial à Casa, no dia 6 de novembro. “Isso (IPTU) é responsabilidade da administração 2013 e o Bernal diz que não é problema dele?”.

“Não são todos os vereadores, mas um ou outro acreditam que estamos no terceiro turno das eleições 2012”, retrucou o prefeito eleito sobre a situação.

Além da análise do imposto, a discussão sobre o reajuste do salário do prefeito também provocou muita divergência entre o progressista e os parlamentares nos últimos dias. O rendimento atual é de R$ 15,8 mil, praticamente o mesmo valor que os vereadores vão receber a partir do ano que vem.

Bernal já garantiu que não vai pedir aumento. Vereadores consideram impossível não votar a matéria porque, além de considerarem incoerente terem o mesmo salário, a questão está atrelada ao reajuste de servidores municipais que têm salários congelados há anos.

O presidente da Câmara, Paulo Siufi (PMDB), chegou a declarar que o aumento será votado e, caso Bernal, prefira, faça doações do valor. Tudo isso a 17 dias da posse.



XXIIIII !!!!! Tá começando desse jeito, não vai acabar bem não.
 
Marcos Figueiredo em 14/12/2012 22:57:40
Povo acorda esses políticos (dos dois lados) é que são birrentos e descompromissados com o que propõem antes de serem eleitos, ora o objetivo deveria ser administrar o melhor possivel eles ficam de complicar um a vida do outro como se fossem um bando de mimados. Eu não voto em nenhum dessa unânimidade toda!
 
Paula Hernandes em 14/12/2012 22:16:55
olha só ,quem fala de congelamento não o próprio bernal,não entendo pq está reclamando ??o povo está esperando o congelamento só ganhou por motivo deste congelamento,será que esqueceu do prometido.
 
cida em 14/12/2012 22:13:43
HAHAHA, que legal, falar em congelar salário de Vereador ninguém fala nehh .... Eles irão votar o aumento do salário para o prefeito sem ele querer , sabe pq isso ?? No proximo aumento como eles irão reinvindicar melhoria do próprio salário se já está igual ao do Prefeito ??? Campograndense não tem que saber votar apenas em prefeito , tem que saber colocar o "Povo" certo na Camara ..... Temos que ter nossos anseios atendidos e não os senhores vereadores ficarem de picuinha dizendo que estão atendendo o pedido do povo .... Isso não passa de interesse próprio senhores vereadores ...
 
Gilberto Moreira em 14/12/2012 21:54:31
Não era uma tal de mudança que o povo queria?.. tai óóó. O povo tem o politico que merece. Agora guenta....
 
Carlos Alberto em 14/12/2012 21:07:30
estão fazendo de tudo pra prejudicar o cara q nem começou a governar ainda....isso se chama política......seja qualquer um ou giroto ou bernal temos q aprender a respeitar nossos políticos eleitos pelo povo, vamos mostrar q não somos mal perdedores...
 
Nilvan França em 14/12/2012 20:53:51
Acho esse salário desses "vereadores" totalmente injusto para um monte de mentirosos que não fazem nada para ganharem 15mil... isso é um absurdo!!!!! na hora de querer se eleger defendem o povo, na hora de diminir recursos da prefeitura para engoradar a conta bancária "deles" não pensam 2 vezes....
Lembram que na prática vocês deveriam estar defendendo os interesses do povo junto ao prefeito e não prejudicando-o para só pensar em interesses políticos....
Fico totalmente irritada com injustiça!!!!
 
Poliana de Almeida Santos em 14/12/2012 20:02:58
Não tô entendendo... Ele não prometeu congelar o IPTU? Vai reclamar agora???
 
Paulo Jr em 14/12/2012 16:19:28
ESTES VEREADORES CONGELAM O IPTU MAIS NÃO CONGELARAM SEUS SALARIOS... O POVO ESTA VENDO ISSO... AS COISAS JÁ COMEÇARAM A MUDAR... BOICOTAR A PROXIMA ADMINISTRAÇÃO E SINAL QUEM NÃO SABE VIVER NA DEMOCRACIA E NÃO TEM COMPROMISSO COM A CIDADE , SOMENTE CONSIGO MESMO...
 
CARLOS CRUZ em 14/12/2012 15:18:28
O BerMAL deve seguir o mesmo destino do candidato de Aquidauana, Fauzi Suleiman, que teve o seu mandato cassado ONTEM pelo TSE...
 
José da Silva em 14/12/2012 14:55:05
Neste jogo cada qual defende seu proprio interesse,e o povo este fica sempre em ultimo lugar.
 
edmur Penedo em 14/12/2012 14:17:37
Prefeito eleito foge de suas responsabilidades! Fazer o quê???
 
Carlos Magno em 14/12/2012 13:32:22
assumir o que?
ele vai ser e deve ser cassado
tão esperando o que
se as contas não fecham não batem
vai assumir a prefeitura por que ?
cassa ele
tira o mandato dele
não é isso que a lei diz
sigam a lei
 
JULIO JUNIOR em 14/12/2012 12:01:27
Toma, vai mudar o que vinha dando certo vai!!
 
Marcos Nogueira em 14/12/2012 12:00:45
Já começou.... Eu avisei que Campo Grande iria parar no tempo com esse cara. Não vai conseguir governar, isso é fato. Quatro anos parados no tempo, é o que teremos!
 
Thiago Lamar em 14/12/2012 11:22:15
Bernal já está com a desculpa na manga para qualquer eventualidade de sua administração falhar... Vai culpar vereadores em relação ao orçamento e outras questões referentes.... É campograndenses, se preparem pq pelo jeito é só o começo de muita lenha que vai queimar nessa transição aí... E não somente na transição, mas a partir da posse...
 
Marcello Batio em 14/12/2012 11:12:12
E o Bernal? Será que vai ser um segundo Collor? (não conversou com ninguém, não recebia ninguém e acabou como ninguém)
 
Mauricio Coutinho em 14/12/2012 10:56:45
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions