A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

01/08/2012 11:41

Ao apresentar pacote a lideranças, Nelsinho confirma ida para o Governo

Paula Maciulevicius

Prefeito declarou que uma assessoria especial será criada a ele para um intercâmbio entre o Governo do Estado e os municípios

Durante lançamento de obras aos líderes comunitários, Trad enfatizou também que não vai falar mal dos demais candidatos. (Foto: Minamar Júnior)Durante lançamento de obras aos líderes comunitários, Trad enfatizou também que não vai falar mal dos demais candidatos. (Foto: Minamar Júnior)

O prefeito Nelson Trad Filho (PMDB) confirmou na manhã desta quarta-feira, durante lançamento das obras do aniversário de Campo Grande, que vai assumir uma assessoria no Governo do Estado após deixar o mandato na Capital.

“Saio da prefeitura e o governador já me convidou. Vou levar minha experiência para passar aos municípios do interior. Estive muito preso a Campo Grande, agora essa oportunidade, vai ser muito importante para meu enriquecimento pessoal e preparo para futuros voos pela frente”, declarou o prefeito.

Trad disse, durante lançamento de R$ 200 milhões em obras até setembro, no Centro de Educação Ambiental Leonor Reginato Santini, no Carandá Bosque, que uma assessoria especial será criada a ele para um intercâmbio entre o Governo do Estado e os municípios.

O discurso aos líderes comunitários já foi em tom de nostalgia, na regressiva de quem deixa o mandato e de como o futuro prefeito terá de gerir. “Quem entrar no meu lugar vai precisar disso, hoje não se administra de forma centralizadora, sem ouvir as pessoas e corrigir erros quando nos alertam. Tivemos muitos problemas acertados, alguns encaminhamentos para serem resolvidos, mas nada sem resposta”, disse.

Ao mesmo tempo em que falou se despedindo, Trad já está em articulações com os municípios do interior do Estado para as campanhas às prefeituras.

“Nós temos hipotecado apoio aos nossos companheiros, fazendo gravações com os que são do nosso partido, que foram ligados ao meu pai, nossos irmãos, àqueles que mais militaram no interior do Estado”, diz.

Como um dos coordenadores na campanha do candidato Edson Giroto (PMDB), o prefeito fala que tem apoiado e trabalhado após o expediente indo a reuniões e acompanhado agenda de candidatos a vereadores e enfatiza que não vai atacar os demais candidatos.

“Estamos no mês de aniversário da cidade e vai ter o calor da política. Mas nós não vamos falar mal. Podemos falar que eles não têm propriedade e conteúdo para dar sequência ao que nós estamos pregando”.



Sempre com este bla-bla-bla, não tem competência para administrar, só saberemos quando um grupo diferente deste chegar ao comando da Prefeitura, fora disto é só demagogia.
 
Roberto Domingos em 01/08/2012 12:25:08
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions