A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

12/01/2012 11:55

Após reunião, prefeito decide manter secretários aliados até o final de março

Wendell Reis
Prefeito vai se reunir com líderes no final de março para definir se secretários continuam nos cargos(Foto:João Garrigó)Prefeito vai se reunir com líderes no final de março para definir se secretários continuam nos cargos(Foto:João Garrigó)

O prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho (PMDB), vai manter os secretários de partidos aliados pelo menos até o final de março de 2012. Trad se reuniu ontem (11) com o presidente estadual e pré-candidato do PSDB a prefeitura de Campo Grande, Reinaldo Azambuja, e definiu que os aliados permanecem no cargo.

Segundo Azambuja, durante a reunião Trad declarou que os secretários estão trabalhando bem e que a manutenção ocorrerá por questões técnicas e não políticas. Desta maneira, decidiu manter os secretários e ocupantes de cargos no Executivo até o final de março, quando ambos devem se reunir novamente para definir o futuro.

“Vamos continuar com a equipe até o fim de março, quando as coisas vão clarear mais. No final de março voltamos a conversar. Cumprem a parte administrativa e na hora de folga fazem a parte política. Podem ficar até abril ou maio se o prefeito entender que sim. A decisão é do prefeito”.

O presidente estadual e pré-candidato a prefeito pelo PPS, vereador Athayde Nery, relata que o prefeito também garantiu que os secretários do PPS permanecem no cargo até março. “O encaminhamento será respeitoso como sempre foi. Aliança de destino e não só de viagem. Respeito mútuo entre as legendas. Como os secretários cumprem de maneira satisfatória, há uma tranquilidade nesta relação. No momento da oficialização das candidaturas vamos conversar”.

A especulação em torno das demissões de indicados começou quando o prefeito Nelson Trad Filho declarou que anteciparia a demissão dos comissionados de partidos que atualmente são aliados, mas podem lançar candidatura própria para a prefeitura de Campo Grande em 2012. As demissões ocorreriam até dezembro, mas a decisão ficou para esta semana a pedido de Reinaldo Azambuja, que estava de férias.

O PSDB tem hoje a Secretaria de Educação, ocupada por Maria Cecília Amêndola e a Funesp, presidida por Carlos Alberto de Assis. O PPS ocupa a Funsat (Fundação Social do Trabalho), presidida por Luiza Ribeiro, a Fundação de Cultura, ocupada por Roberto Figueiredo, e o IMPCG (Instituto Municipal de Previdência de Campo Grande), presidido por Cézar Galhardo.



E os desleixados?
Disse que demitiria e não demitiu ninguém?
Porque mantém os desleixados?
 
Márcio Santos em 12/01/2012 09:47:05
Aliados acreditam que devem ficar em cargos da Prefeitura até março
O presidente estadual do PPS, vereador Athayde Nery, e o presidente estadual do PSDB, deputado federal Reinaldo Azambuja, devem conversar com o prefe...
Secretariado pode ter mudança este mês em razão das eleições, afirma Trad
Integrantes de legendas que hoje são aliadas do PMDB, mas que podem ser adversárias em 2012, foram orientados a deixar cargos, segundo prefeitoAlém ...
Reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, diz Meirelles
A reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, de acordo com o ministro da Fazenda Henrique Meirelles. A declaração foi dada na noite de...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions