A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 22 de Outubro de 2018

07/03/2014 08:48

Após STJ liberar julgamento, André diz que só Deus para ajudar Bernal

Kleber Clajus e Leonardo Rocha
Puccinelli aponta que se houverem irregularidades qualquer prefeito tem que sair (Foto: Cleber Gellio)Puccinelli aponta que se houverem irregularidades "qualquer prefeito tem que sair" (Foto: Cleber Gellio)

O governador André Puccinelli (PMDB) declarou, nesta sexta-feira (7), “que Deus ajude” o prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), quanto à possibilidade de cassação do progressista pela Câmara Municipal. Ele também pontuou que a perda do cargo só deve ocorrer com “fraude comprovada” e “fundamentação consistente”.

A declaração ocorre após o STJ (Superior Tribunal de Justiça) suspender, ontem (6), liminar do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) que impedia, desde dezembro do ano passado, a continuidade do julgamento do progressista.

“A justiça derrubou e a investigação tem que continuar. Acredito que só devem cassar o prefeito se houver fraude comprovada e fundamentação consistente contra ele, pois se houver motivos e irregularidades qualquer prefeito tem que sair”, disse Puccinelli.

Para o chefe do Executivo estadual, a tarefa de definir pela continuidade ou não de Bernal é da Câmara Municipal e “não do André ou PMDB”. Ele também defende o papel fiscalizador da Casa de Leis e recomenda a Bernal “que Deus o ajude” neste processo.

Julgamento – A Câmara aguarda a publicação da decisão do presidente do STJ, Félix Fischer, para agendar uma nova data para a sessão de julgamento do progressista. O prazo para instalar o procedimento seria de 30 dias.

De acordo com o presidente da Câmara, vereador Mario Cesar (PMDB), a sessão de julgamento não será continuidade da ocorrida no dia 26 de dezembro, suspenda por decisão do vice-presidente do Tribunal de Justiça do Estado, desembargador João Batista da Costa Marques. “Vai começar do zero”, informou em coletiva.

A decisão do STJ chegou, ainda na quinta-feira, à Câmara através de telegrama. Liminarmente, foi determinada a suspensão de todas as ações que tramitam no Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul sobre a sessão de julgamento de Bernal pela Câmara de Campo Grande.



A cidade esta em abandono assustador, e o assunto é o msm. Esta novela virou falta de respeito. Lembam da chuva de liminar? O resto de tempo da gestão de Bernal vai ser assim...
 
Mirtes Lourenço Camilo em 10/03/2014 12:52:10
novamente essa novela ?
 
antonio gonçalves da silva em 07/03/2014 09:32:53
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions