A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

08/04/2013 18:33

Bernal não pagou R$ 471 milhões em contratos; vereadores veem “calote”

Zemil Rocha e Helton Verão
Secretários Wanderley Ben Hur e Gustavo Freire sendo questionados na Câmara (Foto: Marcos Ermínio)Secretários Wanderley Ben Hur e Gustavo Freire sendo questionados na Câmara (Foto: Marcos Ermínio)

Os vereadores que participam da audiência da Comissão de Orçamento e Finanças da Câmara de Campo Grande, no plenário Edroim Reverdito, cobraram duramente os secretários Wanderley Ben Hur (Planejamento e Finanças) e Gustavo Freire (Receita e Governo) sobre a suspensão do pagamento de contratos. Para eles, o prefeito Alcides Bernal (PP) está dando o maior “calote” já visto na história da cidade.

Edil Albuquerque (PMDB) foi um dos que criticou mais fortemente a inadimplência generalizada. “Não pagaram R$ 471 milhões em contratos e é uma inadimplência que não se justifica. A única forma da prefeitura se negar a pagar é alegando questão administrativa ou judicial, e não tem nem uma coisa nem outra”, afirmou o vereador peemedebista. “Ele está dando o calote, por livre e espontânea vontade”, acrescentou.

O presidente da Câmara, Mario Cesar (PMDB), lamentou que as empresas que estão prestando serviços estejam vivendo dificuldades em razão da falta de pagamento por parte da municipalidade. “As empresas não estão recebendo, sendo que tem dinheiro em caixa na prefeitura”, disse Cesar. Para ele, nenhuma resposta dos secretários Wanderley Ben Hur (Planejamento e Finanças) e Gustavo Freire (Receita e Governo) foi “contundente”, gerando sempre mais dúvidas entre os vereadores presentes.

As explicações sobre suplementação orçamentária, na avaliação de Mario Cesar, não convenceram. “Os secretários argumentaram a todo momento que estão trabalhando nos moldes do que vinha fazendo as gestões anteriores”, relatou o presidente da Câmara. “O momento agora é de ouvir e depois vamos fazer relatório”, declarou.

O vereador Carlos Augusto Borges, o Carlão (PSB), disse que ele, Mario Cesar, Edil Albuquerque, ambos do PMDB, e Elizeu Dionízio (PSL) foram os quatro primeiros vereadores a fazer questionamentos aos dois secretários. “E nenhum de nós ficou satisfeito”, garantiu Carlão.

Na opinião de Carlão, o fato de o prefeito Alcides Bernal estar com a equipe incompleta, sem ter nomeado até hoje o titular da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Turismo e Agronegócio (Sedesc) e o chefe de Gabinete, tem prejudicado sobremaneira a administração municipal. “Esse secretariado que não foi anunciado está fazendo a Capital perder receita. Só de ISS Campo Grande deixou de arrecadar R$ 800 mil”, disse ele.

Integrante da base de apoio ao prefeito Alcides Bernal, a vereadora Luiza Ribeiro (PPS) garantiu que a reunião foi realizada num “clima tranquilo” e informou que os dois secretários municipais não se recusaram a responder nenhuma questão.

Sobre os contratos que não foram pagos, que segundo ela são cerca de 20 e podem representar algo em torno de R$ 300 milhões, Luiza Ribeiro afirmou que havia a necessidade de “revisão” diante de indícios de irregularidades. “Não é inadimplência sem motivo”, ponderou ela.

O vereador e ex-governador Zeca do PT, que recentemente se declarou “independente” na Câmara, não mais integrando a base de sustentação política do prefeito Alcides Bernal, defendeu a revisão dos contratos. Considera que os secretários estão se “manifestando bem” na reunião da Comissão da Câmara. “As indagações são mais sobre falta de pagamentos de contratos. Acredito que o prefeito está dentro da lei, revisando contratos”, informou. “Não vejo nada de errado em revisar para pagar o que é certo”, declarou.

Na opinião de Zeca, a cúpula do PMDB está focada em achar problemas no governo do Bernal. “O PMDB está articulado para desgastar a gestão do Bernal para conseguir o impeatchment dele”, alertou o vereador petista. “Deixa o homem trabalhar, ele está apenas começando”, exortou.

Carlão não concorda com Zeca. “Essa oitiva não é para sacrificar ninguém”, afirmou o vereador socialista, ao deixar a reunião, que está sendo realizada a portas fechadas.

 



Muito estranho esses vereadores preocupados com pagamento de Empresas, parecem que ai tem a tal da comissão
 
Ari Ferreira em 09/04/2013 08:35:43
Nunca na história de Campo Grande haverá CALOTE maior do que a própria Camara fez com os proprietários do imóvel onde eles "trabalham"....
 
Ronaldo Figueiredo em 09/04/2013 08:12:07
KKKK... EU ACHO QUE ESTE DIMDIM ESTA PRA PAGAR O APARTAMENTOZINHO QUE O SENHOR BERNAL ADQUIRIU NO VALOR DE 1.700.000,00.... POIS EU CONHECI A ANTIGA CASA DELE NA VILA PROGROSSO E ELE NÃO VALIA NEM 80.000,00 KKK
 
ELY MONTEIRO em 09/04/2013 07:40:23
É uma nojeira de falatórios, um dia o cara paga muito, outro deixa de pagar, quanta bobeira com o nome do prefeito, qual será o interesse nisso? Eu sou eleitor e não estou vendo nada a mais que não seja disputa por espaço e algo duvidoso. Deveria acabar com esse Legislativo e o povo com o MPE fiscalizaria melhor e mais barato.
 
luiz alves em 09/04/2013 07:36:45
O povo esquece fácil...O zeca do PT foi um dos maiores Ldros do nosso estado!! E agora vem Bernal tmbm!!!! Tá aí a mudança q todos queriam!! vergonhaaaaaa
 
Paula Eduarda em 09/04/2013 07:26:46
O PMDB faz de tudo para desviar a atenção da sua incompetência de em 16 anos de administração por médicos não ter resolvido a saúde e só desviar recursos das obras de enchente que um engenheiro incompetente (Giroto) nunca fez nada que presta.
 
Joshua Max Xamir em 09/04/2013 06:36:17
Esse vereadores não sabe de nada, esses meses eu paguei ISS, é q não caiu no bolso desses vereadores, e concordo com o Prefeito, não pagaria essa contas cheias de Aditivos q cai no bolso desses vereadores e dos financiadores de suas campanha...
 
Rafaela Cristaldo em 09/04/2013 01:04:09
Será q tá doendo no bolso...
 
Fábio Souza em 09/04/2013 00:29:09
e o calote da camara (até ameaçada de despejo)!!!!!
 
Marcos Antonio Salgado em 08/04/2013 22:36:01
como ele vai pagar, pode ser punido pelo tce, todos contratos foram maracutais do nelsinho, se os vereadores assumirem, tranquilimente serão pagos.
querem assumir falam??????????????????????????
 
adrielle pereira em 08/04/2013 21:14:16
Esses vereadores precisam procurar o que fazer pela população ao invés de acobertarem possíveis irregularidades nos contratos que estão sendo revistos. Concordo com o Prefeito Alcides Bernal em pagar o que é justo.
 
Hilda de fatima da silva mousquer em 08/04/2013 21:07:33
Não estou entendendo o vereador Zeca. Quem está sempre tentando desmoralizar o PMDB é você, isto é muito bem visível. Deixa o homem trabalhar? Como assim? Há Cem dias ele está sendo convocado veementemente pelo povo, a trabalhar, porém o homem não quer, só fica reclamando, fica no facebook tentando justificar o injustificável, culpando os outros, puxando briguinhas, e o PMDB é que está vendo coisas, inventando, vereador Zeca?
 
Allice Acunha em 08/04/2013 20:40:42
Comaçando a roubar porque com o caixa transbordando e o sujeito faz NADA, é claro que ele quer roubar mais de 2 bilhões para se tornar o reizinho progressista da terra vermelha.
 
Maria Antonieta de las Nieves em 08/04/2013 20:26:11
AGORA VIROU MODA. A CÃMARA,A PREFEITURA, DANDO CALOTE. ENGRAÇADO É O VEREADOR APONTAR E ACUSAR. QDO ELES SAO DEVEDORES DE UMA ENORME CONTAE ALUGUEL ATRASADISSIMO DA CAMARA. QUE ATIRE A PRIMEIRA PEDRA....
 
LUCIANO MARQUES em 08/04/2013 20:24:50
“Ele está dando o calote, por livre e espontânea vontade”, acrescentou O presidente da Câmara, Mario Cesar (PMDB), (NÃO PAGAR O ALUGUEL POR ANOS DA CAMARA MINUCIPAL É O QUE ) ?????????????? QUER DIZER QUE OS NOBRES VEREADORES NÃO TEM COMPROMISSO COM O DONO DO PREDIO DA CAMARA MUNICIPAL.... QUE FOI LOCADO, OS NOBRES VEREADORES ESTÃO ACIMA DA LEI......................................
 
Domingos Martins em 08/04/2013 19:23:49
SE NADA FOR FEITO CAMPO GRANDE VAI RETROCEDER UNS 10 ANOS EM NOME DE UM POPULISMO BURRO!!
 
Paulenir de Barros em 08/04/2013 19:07:32
Se existe "indício de irregularidade", tem que suspender mesmo... e apurar. Os vereadores agem como se a administração anterior estivesse acima de qualquer suspeita. Independente do partido, nenhuma está.
 
Cassio Rodrigues em 08/04/2013 19:07:01
O comportamento do Zeca é o resultado do puxão de orelha dada pelo lider de seu partido. Não sabe se vai para cá ou para lá. O Zeca não é mais o mesmo.
 
Maria Alves em 08/04/2013 18:47:47
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions