A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

04/06/2013 10:34

Bernal perde prazo, Câmara promulga reajuste e cobra folha suplementar

Ângela Kempfer e Jéssica Benitez
Sessão desta terça-feira, na Câmara Municipal. Sessão desta terça-feira, na Câmara Municipal.

O prefeito Alcides Bernal tinha 48 horas para sancionar reajuste dos servidores municipais, não respeitou o prazo e a Câmara Municipal vai promulgar a lei, inclusive, com as emendas adicionais que foram vetadas por Bernal.

Até então a prefeitura informava que o projeto não havia sido enviado pelos vereadores para a sanção. Mas a Câmara apresenta documentos que comprovam o repasse na sexta-feira passada, abrindo o prazo de 48 horas para publicação pela administração municipal.

Com o texto promulgado na sessão desta terça-feira, agora a prefeitura terá de abrir folha suplementar para repassar os benefícios que faziam parte das emendas, mas não foram pagos no dia 1º de junho, quando os salários foram depositados.

A diferença corresponde a aplicação de 15% às vantagens pessoais incorporadas e outras vantagens financeiras, a equiparação dos plantões de serviço de odontólogos, veterinários, enfermeiros, técnicos de enfermagem, assistentes sociais, farmacêuticos e farmacêuticos-bioquímicos, em 15% como foi feito com a classe médica. 

Além disso, há para todo o servidor da área de saúde adicional de insalubridade e pagamento de plantão aos fonoaudiólogos, da categoria de referência 14, de R$ 583,97, nos feriados e finais de semana.

O procurador jurídico da Câmara, André Scaff, avisa que os próprios servidores podem entrar com ação exigindo o pagamento imediato e lembra que ao não sancionar a lei, o prefeito pode ser formalmente acusado de improbidade administrativa.

Agora a questão serão enviada à Comissão de Eficácia Legislativa para que exija o pagamento da diferença salarial o mais rápido possível.

Aliados negam que ficaram com receio na hora de votar vetos de Bernal
Contrariando o que foi dito pelo prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), os vereadores da base aliada a ele negaram que tiveram receio em acom...
Bernal veta emendas ao projeto de reajuste salarial dos servidores
O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), vetou as quatro emendas adicionais anexadas ao projeto de Lei do Executivo n° 04/2013 que trata do r...


Perdeu prazo nada, deixou o prazo passar para ver se melhora a situação dele perante os servidores municipais, É seu Bernal, governar um município não é trabalhar como locutor de uma rádio, fazendo critica no que está sendo feito.
 
Alberto J. M. Guazina em 04/06/2013 20:22:25
Etá Bernal!!! Pode acontecer contigo o que aconteceu em Dourados, tu lembras?
 
Julia Maria em 04/06/2013 16:11:13
Os que ainda acredita no Bernal sempre posta as mensagens. "Deixa o Homem Trabalhar", mas e ai Quando ele vai começar??? próxima eleição? até o Deucidio Tirou o time dele de campo para não ser queimado na campanha para Governador. até os aliados tão pulando fora do barco... "Ta parecendo o Titanic começou a afundar automaticamente os ratos vão pulando fora."
 
Ailton Januário Branco em 04/06/2013 14:51:45
Eu imaginava que esse rapaz era fraco, mas ele está me surpreendendo. Os neurônios dele não se encontram. Bem: não foi culpa dele. Com a palavra , seus eleitores.
 
sebastiao dos reis em 04/06/2013 12:30:07
mas este prefeito é uma toupeira....tinha tudo pra dar certo e pela sua incompetência,sua arrogância,sua péssima equipe,seu destempero emocional,sua falta de tato político,vai sair como o PIOR PREFEITO que ja tivemos.NOSSA CONSTITUIÇÃO É PARLAMENTARISTA.QUEM DECIDE É O PARLAMENTO E BRIGAR CONTRA O PARLAMENTO É SUICÍDIO POLÍTICO, SENHOR BERNAL.
 
Carlos Henrique em 04/06/2013 12:13:18
Olá BERNAL OUVE A MUSICA DO RAUL SEIXAS, AL CAPONE.
E SAI DESTA FRIA QUE TE PUSERAM, ISTO NÃO DEU CERTO PRA VOCÊ.
 
Moacir Carvalho em 04/06/2013 11:08:06
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions