A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

02/02/2016 13:33

Bernal promete salário em dia e UPA da Moreninha entregue dia 11

Antonio Marques
O prefeito Alcides Bernal participou da sessão inaugural na Câmara Municipal, com plenário lotado (Foto: Fernando Antunes)O prefeito Alcides Bernal participou da sessão inaugural na Câmara Municipal, com plenário lotado (Foto: Fernando Antunes)

O prefeito Alcides Bernal (PP) aproveitou a sessão inaugural da Câmara Municipal para fazer um balanço de seus cinco meses de governo após seu retorno à prefeitura da Capital e anunciou para uma plateia repleta de servidores que os salários de janeiro voltam a ser pagos em dia, no 5º dia útil do mês, sexta-feira, dia 5. Ele também convidou os vereadores para participarem da inauguração da UPA (Unidade Pronto Atendimento) da Moreninha no próximo dia 11.

Bernal encerrou o discurso de 25 minutos dizendo que o Executivo e o Legislativo precisam trabalhar unidos. “Não tenho dúvida que a população espera isso de nós”, declarou, deixando uma mensagem aos vereadores, “que 2016 seja um ano de justiça, paz, trabalho e desenvolvimento”. Por vários momentos, o prefeito foi aplaudido pelos presentes, ampla maioria de funcionários da prefeitura. Todos os secretários municipais participaram da sessão solene.

Antes, porém, Alcides Bernal ouviu dos líderes das 11 bancadas de vereadores da Casa as mensagens e sugestões para o bom andamento dos trabalhos entre os dois poderes durante o ano legislativo. Todos seguiram na linha de atuação conjunta e harmônica para o bem de Campo Grande. Mas ele também ouviu algumas observações sobre os problemas enfrentados pela população.

Chiquinho Teles (PSD) fez questão de dizer que não está contra a administração municipal, mas que Bernal deve saber ouvir as pessoas que falam a verdade, mesmo que isso não vá agradá-lo. “Não adianta chegar aqui e falar que está tudo bem, quando não está. O falso amigo diz que está tudo bem, mesmo que não seja verdade”, alertou.

O parlamentar citou os problemas dos buracos nas ruas da cidade, obras paradas e a séria situação da epidemia da dengue. Teles lembrou que a Câmara está à disposição para trabalhar junto com o Executivo para superar esses obstáculos. “Queremos construir uma relação permanente e não só de Carnaval”, concluiu o parlamentar.

Mesmo sem definir um nome para liderança na Casa, Bernal ouviu de todos os vereadores a vontade de realizarem um trabalho em favor da cidade, deixando de lado as diferenças pessoais. Apenas dois dos 29 parlamentares da Câmara se ausentaram na sessão inaugural. Dois declarados adversários do prefeito, Paulo Siufi (PMDB) e Airton Saraiva (DEM).

Em sua fala, o presidente João Rocha (PSDB) justificou que os colegas se ausentaram “por assuntos externos”. Chegou a explicar que Siufi estava fazendo um atendimento médico de urgência. Os dois não foram vistos nem nos corredores da Casa nesta terça-feira.

Bernal procurou ser comedido em sua fala. Em nenhum momento citou diretamente o fato que o tirou do cargo por mais de um ano, como fazia em discursos anteriores com tons de ameaça a vereadores que foram acusados de participarem de um esquema para sua cassação em março de 2014.

Seu discurso não deixou de apontar que os problemas que a cidade está enfrentando são consequências dos fatos ocorridos após sua saída da administração municipal, mas teve cuidado de não acusar os parlamentares diretamente. Ao contrário, solicitou a parceria para que consiga enfrentar esses obstáculos com apoio dos vereadores. “Ao voltar à prefeitura encontramos muitos buracos, nas ruas e no cofre do município”, lembrou Bernal.

O prefeito aproveitou para agradecer aos vereadores pela economia realizada na Casa, que representou na devolução de mais de R$ 10 milhões referente ao duodécimo, dinheiro que a prefeitura repassa mensalmente para o funcionamento da Câmara. “Esse dinheiro nos ajudou muito”, destacou ele, lembrando também de outros projetos aprovados que contribuíram com a administração municipal.

Bernal fez questão de agradecer sua equipe de secretários e servidores que têm trabalhado com austeridade administrativa para reverter a grave situação financeira que ele encontrou a partir do final de agosto de 2015. “Graças a essa atuação diuturna de nossos servidores podemos anunciar aqui, que após vários meses de salários escalonados, o salário de janeiro será pago rigorosamente em dia, no quinto dia útil deste mês”, afirmou.

Ao final, o presidente da Casa, João Rocha, também fez um rápido balanço das atividades da Câmara em 2015 e ressaltou a necessidade de ter a parceria do Executivo para o bom andamento dos trabalhos legislativos.

Rocha disse que está sendo construída uma de ponte, em que as cabeceiras são sustentadas, de forma sólida, pelo Legislativo e o Executivo, para o bem da cidade. “Dessa forma vamos poder entregar os serviços públicos que o povo tanto espera. Trabalhando unido, o prefeito e a Câmara, vamos conseguir fazer chegar o serviço público à população”, ressaltou.

Antes de deixar a Câmara, quebrando o protocolo, Bernal convidou todos os vereadores a participarem da inauguração da UPA Moreninha, no dia 11 de fevereiro. A Unidade já deveria estar funcionando no último ano do governo de Nelson Trad Filho (PMDB) mas, com atraso e paralisação nas obras, só agora quase quatro anos depois iniciará o funcionamento.

Todos os secretários municipais da prefeitura participaram da sessão para prestigiar o prefeito Alcides Bernal (Foto: Fernando Antunes)Todos os secretários municipais da prefeitura participaram da sessão para prestigiar o prefeito Alcides Bernal (Foto: Fernando Antunes)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions