A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

08/11/2013 08:07

Bernal vai à Justiça para evitar o afastamento do cargo pela Câmara

Kleber Clajus
Prefeito tem cinco dias para se defender de solicitação de afastamento protocolada por ex-filiados do PP (Foto: Marcos Ermínio)Prefeito tem cinco dias para se defender de solicitação de afastamento protocolada por ex-filiados do PP (Foto: Marcos Ermínio)

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), disse hoje que vai recorrer a Justiça para evitar o afastamento do cargo pela Câmara Municipal. Ele foi notificado, ontem, pela Comissão Processante, de que pode ser afastado na próxima semana.

Em entrevista ao programa Refazenda, como faz todo dia de manhã, ele disse que “não vai permitir um golpe político” e já acionou equipe para se defender do pedido de afastamento do cargo protocolado por dois ex-filiados do PP na Comissão Processante da Câmara Municipal, que investiga irregularidades nos atos do Executivo.

“Estaremos encaminhando o desembargador (aposentado) Jesus de Oliveira Sobrinho a petição que os vereadores me encaminharam ontem que querem me afastar na semana que vem”, disse Bernal. “Não vai ser alguns poucos vereadores que vão suplantar a vontade do povo em Campo Grande. Nossa equipe jurídica vai buscar Justiça para que esse tipo de ação não tenha nenhum efeito ainda mais nocivo no mundo político e, principalmente, no dia a dia da nossa cidade”.

A solicitação de afastamento do chefe do Executivo foi protocolada, na segunda-feira (4), pelos empresários e ex-filiados do PP, Luiz Pedro Gomes Guimarães e Raimundo Nonato de Carvalho. Na justificativa para o pedido, eles ressaltam que “ainda no exercício do cargo, o denunciado iniciou negociações com partidos para evitar a condenação e cassação, em troca de cargos”.

Trâmite – Após ser notificado, Bernal tem cinco dias para apresentar defesa a Comissão Processante, que não pode afastá-lo sem que a decisão também passe pelo Plenário da Câmara.

A Comissão, inclusive, já agendou para o dia 25 de novembro oitiva para que o prefeito possa se defender das acusações de favorecimento de empresas resultante de suposta “fabricação de emergências”. Oficialmente, o processo ainda está em fase de instrução na Casa, mas o depoimento do progressista pode ser decisivo para um possível pedido de cassação.

O trabalho deve ter início na próxima quarta-feira (13), com o depoimento de donos de empresas ouvidos na CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) do Calote e secretários de Bernal.

Defesa – A Comissão Processante da Câmara de Campo Grande considerou fraca a defesa apresentada pelos advogados do prefeito Alcides Bernal (PP) e decidiu, semana passada, prosseguir as investigações que podem levar à cassação do chefe do Executivo.

Na defesa, Bernal tentou alegar que não recebeu a ata do dia da sessão que aprovou Comissão Processante, em 15 de outubro. Os vereadores da Comissão Processante alegaram, porém, que foi encaminhada ao prefeito cópia integral da denúncia, mencionando inclusive a imprensa divulgou amplamente a decisão de abertura do processo por 21 votos a oito. Argumentou ainda que em momento nenhum o prefeito pediu a ata ou demonstrou prejuízo em não recebê-la.

O prefeito também acusou alguns vereadores de terem antecipado seus votos nas manifestações durante as sessões da Câmara, o que também foi contestado pelos vereadores que integram a Comissão Processante.



Valdir vc deve viver em outro mundo pense só fala besteira.
 
Roberto Domingos em 08/11/2013 13:02:05
OOOLHA !... melhor do que os seus 270 mil eleitores invadir a Prefeitura e tirar a forca.
Ninguem merece um Prefeito desse. Vamos, faca um exame de consciência e não tenha
vergonha de admitir os erros....e fora !
 
Vera Lucia Dias em 08/11/2013 12:09:10
o engraçado é que se fosse o Girotto que tivesse ganho estaria uma maravilha com esses vereadores, cassar o prefeito vai parar mais ainda a cidade , penso que deixe ele ficar os 4 anos dele e depois nas urnas a população vai decidir
 
Anderson Pereira em 08/11/2013 11:59:28
Pelo amor de Deus deixa o homem trabalhar ou tira ele logo do poder afff o povo não aguentemos mais viver nessa situação .
Poxa e uma falta de respeito com os cidadãos Brasileiros voto e voto pronto fica nessa briga o ano que vem já é ano Político pelo amor de Deus ,vão trabalhar agora todos os dias tem que ouvir a mesma ladainha Nossa Campo Grande esta parada .
 
GLEICEMARA APARECIDA DOMINGOS em 08/11/2013 10:56:07
Pelo jeito tem alguém que perdeu muito com a saída do PMDB no comando da capital.
Esses vereadores que ai estão hein? É a vontade popular!
Só um copo de pinga para nos salvar!
Sr. prefeito, mostre trabalho, o povo estava contigo nas eleições, por favor não decepcione, não nomeia pessoas incapazes ou fichas suja para te ajudar ir para o "buraco".
 
Regisnaldo Marin em 08/11/2013 10:17:33
Nunca antes na história de Campo Grande, houve um prefeito que tenha cometido tantas "presepadas"! Dizem que o "dito cujo" quase faliu a Colônia Paraguaia durante sua gestão. Quanta incompetência!!!
 
edgar de oliveira em 08/11/2013 09:53:45
Se é para atender a vontade do povo pode sair Bernal!!!
Nós não aguentamos mais ver nossa Campo Grande parada, isso que dá eleger um prefeito que não tinha um plano de governo e tbm não tem experiencia politica! #ForaBernal
 
Wagner Santos Costa em 08/11/2013 09:50:08
O prefeito não pode responder essas acusações, sendo que existem parlamentares que estão sendo processado, esta comissão não tem poder jurídico, além de mais quem colocou o prefeito foi o povo, se continuar insistindo na mesma tecla, o povo irá tirar esses vereadores que foram acusados pela justiça com protesto, pense nisto, deixe o homem mostrar o seu trabalho, vamos trabalhar mais vereadores...
 
elidio filho em 08/11/2013 09:28:20
o bernal ainda fala Não vai ser alguns poucos vereadores que vão suplantar a vontade do povo em Campo Grande. sera q ele nao viu q foi 21 contra 8 se liga bernal vaza .......
 
bruno almeida em 08/11/2013 08:59:35
Bernal, o povo que votou em você não vai poder salvá-lo da cassação.
Você estrapolou os limites na administracão municipal, você passou o tempo todo brigando com os vereadores, nomeou secretários incapazes, e de ficha suja, desacatou a imprensa, desafiou outros políticos, etc.
Agora só lhe resta renunciar, para salvar seus direitos políticos.
Quem sabe em 2016, você seja candidato a vereador.
Quem sabe os votos dos seus puxa saco poderá elegê-lo.
 
VALDIR VILLA NOVA em 08/11/2013 08:48:24
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions