A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

23/04/2013 14:42

Câmara muda discurso e acena com "bandeira da paz" na relação com Bernal

Jéssica Benitez
Presidente da Câmara Municipal defende paz entre poderes (Foto: Vanderlei Aparecido)Presidente da Câmara Municipal defende paz entre poderes (Foto: Vanderlei Aparecido)

Após a sinalização por parte do prefeito, Alcides Bernal (PP), hoje foi a vez dos vereadores levantarem a bandeira branca no relacionamento entre o Executivo e o Legislativo. Ontem, durante divulgação do “pacotão” de obras, Bernal disse querer estreitar os laços entre ele e a Câmara, em resposta os parlamentares defenderam a pacificação.

Para concretizar o fim da guerra entre os poderes, o presidente da Casa de Leis, Mario Cesar (PMDB), ocupou a tribuna durante sessão desta manhã para oficializar a postura dos vereadores. “Ontem ele (Bernal) reconheceu que deve haver relacionamento com a Câmara, por isso, quero pedir aos pares que nós possamos ter mudança comportamental, para o bem de Campo Grande”, disse o peemedebista.

Ele justificou o posicionamento pacífico dizendo que até o momento as atitudes tomadas pelos vereadores eram reflexo das medidas adotadas pelo prefeito e agora que o progressista sugeriu harmonia a Câmara dará o devido respaldo. “Até hoje nosso comportamento foi de diapasão em relação às atitudes do prefeito”, explicou.

Os vereadores apoiaram a fala do presidente, alguns complementaram o discurso. “É hora de jogarmos as armas no chão. Tenho certeza de que todos aqui não são nem oposição, nem situação, nós somos mais por Campo Grande”, concordou Grazielle Machado (PR). O clima hamônico foi tão grande que até mesmo o vereador e ex-governador do Estado, José Orcírio Miranda dos Santos, o Zeca do PT, elogiou o pronunciamento vindo de um peemedebista.

“Quero parabenizar o presidente e dizer que me sinto muito bem representado pelo senhor”, disse Zeca com lenço nas mãos para enxugar as lágrimas. “Estou emocionado”, explicou. Mantendo-se na defensiva, o vereador Flávio César (PTdoB) argumentou que a Câmara sempre esteve de portas abertas ao diálogo. “Acho que é importante acabar com acusações contra a gestão passada e a partir de agora caminhar juntos”, sugeriu.

Para selar a paz de uma vez por todas os vereadores que não foram convidados para o lançamento do pacote de obras, ocorrido ontem na esplanada, decidiram “passar uma borracha” em todos os entraves. “Essa falta de convite pode ter sido um desperdício de oportunidade para harmonizar os poderes, mas não faltarão outras ocasiões”, justificou o líder do prefeito na Casa, vereador Marcos Alex (PT).

Justiça marca para 20 de fevereiro interrogatório de Lula na Zelotes
A Justiça Federal em Brasília marcou para o dia 20 de fevereiro de 2018 os interrogatórios do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de seu filho ...
Senado aprova desconto de dívidas de produtores rurais e texto segue para sanção
O Senado concluiu a votação, nesta quinta-feira (14), do projeto que permite a renegociação das dívidas de produtores rurais, estabelecendo descontos...


Esquema!
 
Filipe Alberto em 23/04/2013 21:48:15
Não importa o partido todos tem que trabalhar por campo grande e parar com essa briga, eles tem que aplaudir o que esta certo e questionar o que esta errado.
 
alex vieira em 23/04/2013 15:48:31
Não sei rio ou choro."que seja eterno enquanto dure esse amor...."Até o próximo capítulo.
 
Marcia França em 23/04/2013 15:47:12
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions