A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 16 de Agosto de 2017

17/12/2013 11:09

Câmara rejeita projeto que criaria 2,6 mil cargos para Ceinfs da Capital

Aliny Mary Dias e Kleber Clajus

Um projeto de lei que criaria 2,620 mil cargos para o quadro de servidores da educação de Campo Grande foi rejeitado pela Câmara de Vereadores durante sessão desta terça-feira (17). A proposta obedece um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) assinado em 2011 a fim de substituir os servidores contratados por meio de convênios.

A votação contou com 17 parlamentares contra e outros cinco a favor. O projeto número 7550 criaria um concurso público para preencher as vagas. Entre os cargos estão assistentes sociais, assistentes de berçário, auxiliares de serviços gerais, merendeiras, psicólogos e recreadores.

Os servidores iriam substituir aqueles contratados por meio de convênio com a OMEP (Organização Mundial para Educação Pré-EscolaR) e com a Seleta (Sociedade Caritativa e Humanitária), situação considerada inconstitucional.

Entre a justificativa dos vereadores responsáveis por rejeitar o projeto está a criação dos cargos de assistentes de berçário e recreadores, que deveriam ser destinados a educadores, condição ausente no projeto proposto por Alcides Bernal (PP).

Carla Stephanini (PMDB) votou contra o projeto e justifica que o concurso não poderia ser feito de forma precária. “Contraria o plano nacional de educação infantil porque alguns cargos deveriam ser destinados para educadores. O TAC também não veio anexo ao projeto”, completa a parlamentar.

Para a vereadora Luiza Ribeiro (PPS), uma das que votou favorável ao projeto, é importante substituir os cargos criados por meio dos convênios, que são insconstitucionais.

A Luiza Ribeira ressaltou que o projeto é importante para substitutir cargos da OMEP e Seleta porque seria convênio inconstitucional e não concorda de não terem sido criados.




Não verdade o vereadores não vetaram a criação de vagas pois as mesmas já existem e estão muito bem ocupadas, eles sim agiram corretamente pois para entrar os concursado 2,6 mil pessoas seria desempregadas isso atingiria duas mil e seiscentas família diretamente e sabe quantas pessoas indiretamente, fora que o funcionário concursado como ele não pode ser demitido facilmente ele não busca a capacitação ou melhoramento profissional vemos isso com os atendentes de postos de saúde e demais órgãos públicos, já estes que estão lá através de convenio tem medo de perder o emprego e sempre ofertam o melhor de si... Tirando que não precisa ser economista para saber que sai mais barato fazer um convenio do que ter tanto concursado na maquina..
 
Anderson Gomes em 17/12/2013 16:02:31
é uma vergonha, os nossos vereadores não querem dar emprego para o povo fica barrando o prefeito e depois fica querendo caçar, o mandato do bernal porque q estes vereadores não querem q o povo fazem concurso, a sociedade esta vendo q isso q estão fazendo com o bernal é uma armação, estes vereadores tem é medo do bernal sabe q ele não vai soltar dinheiro pra eles aprovarem leis, eles querem dinheiro da prefeitura pra aprovarem leis, é isso ai bernal tem q barrar a borguesia do pmdb
 
ROBERTO GONÇALVES DE SPUZA em 17/12/2013 12:53:37
é uma vergonha, os nossos vereadores não querem dar emprego para o povo fica barrando o prefeito e depois fica querendo caçar, o mandato do bernal porque q estes vereadores não querem q o povo fazem concurso, a sociedade esta vendo q isso q estão fazendo com o bernal é uma armação, estes vereadores tem é medo do bernal sabe q ele não vai soltar dinheiro pra eles aprovarem leis, eles querem dinheiro da prefeitura pra aprovarem leis, é isso ai bernal tem q barrar a borguesia do pmdb
 
ROBERTO GONÇALVES DE SPUZA em 17/12/2013 12:53:37
é uma vergonha, os nossos vereadores não querem dar emprego para o povo fica barrando o prefeito e depois fica querendo caçar, o mandato do bernal porque q estes vereadores não querem q o povo fazem concurso, a sociedade esta vendo q isso q estão fazendo com o bernal é uma armação, estes vereadores tem é medo do bernal sabe q ele não vai soltar dinheiro pra eles aprovarem leis, eles querem dinheiro da prefeitura pra aprovarem leis, é isso ai bernal tem q barrar a borguesia do pmdb
 
ROBERTO GONÇALVES DE SPUZA em 17/12/2013 12:53:36
Isso explica a obsessão dos vereadores em minar a base política contrária, estão prejudicando somente a população que necessita de creches para deixarem seus filhos e poderem trabalhar.... Campo Grande não merece isso!!!!
 
Jorge Elias em 17/12/2013 11:37:50
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions