A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

27/10/2013 11:33

Campograndense já pode ver atendimento em postos de saúde pela internet

Zemil Rocha
Desde junho Bernal já tinha acesso às imagens dos postos em seu gabinete Desde junho Bernal já tinha acesso às imagens dos postos em seu gabinete

A Prefeitura de Campo Grande estendeu a todos os internautas o acesso ao “big brother” dos postos de saúde 24 horas, que antes só podiam ser vistos pelo prefeito Alcides Bernal e pelo secretário municipal de Saúde, Ivandro Fonseca, e seu adjunto, Vitor Rocha. Oito unidades de Pronto Atendimento de Campo Grande (UPAs) com plantão de 24 horas estão sendo monitoradas por câmeras. As imagens geradas são vistas em tempo real, bastando acessar a página virtual http://www.capital.ms.gov.br/camerasaude.

Podem ser vistas imagens dos Centros Regionais de Saúde (CRS) Dr. Guinther Hans - Nova Bahia; Dr. Marcílio de Oliveira Lima - Moreninha III; Dr. João Pereira da Rosa- Aero Rancho; Dr. Waldeck Fletner de Castro Lima - Coophavila II; e Dr. Ênio Cunha - Guanandy. Também podem ser acompanhadas, ao vivo, as situações de três Unidades de Pronto Atendimento (UPA) Dr. Walfrido Arruda - Cel. Antonino; Dr. Alessandro Martins de Solsa Silva - Vila Almeida; e Aparecida Gonçalves Saraiva - Universitário.

Parte do projeto de melhoria no atendimento à população na área de saúde, o videomonitoramento permite acompanhar o fluxo de pessoas que esperam atendimento e verificar o trabalho que é realizado na recepção. Serve também para documentar as situações vivenciadas nas unidades de saúde. A cada minuto é possível ver uma foto a partir dessas câmeras. Desde junho, Bernal e seus secretários já podiam ver as imagens, que agora podem ser acessadas por todos os internautas.

Esse videomonitoramento também permite a agilização do atendimento nas unidades de saúde com maior demanda. “A gente vê em tempo real a situação e se tem muita gente e falta médicos podemos enviar a equipe móvel”, explicou o secretário adjunto, Victor Rocha.

Hoje a Capital tem 10 médicos de várias especialidades na equipe móvel. Seu trabalho é resolver emergências de atendimento, sanando deficiência ou cobrindo falta de especialistas em determinada unidade de saúde. Ainda é muito grande o “desfalque” de médicos na rede municipal de saúde de Campo Grande. Há a falta de cerca de 700 médicos.

Também foi implantado na Sesau, segundo Vitor Rocha, um sistema on line de acompanhamento sobre a quantidade de médicos por unidade de saúde. São 40 fichas com detalhes por especialidade médica. “Tenho controle em tempo real e se uma unidade tem muita demanda em determinado momento, posso enviar três ou quatro médicos, conforme a necessidade”, informou o adjunto.

 



Parabéns Bernal, mesmo não sendo médico, você tem tentado melhorar e mostrado resultados na área da saúde em Campo Grande! A antiga gestão só disponibilizava imagens da cidade do natal em dezembro e janeiro. E por falar na bendita, noticiem aqui que já começou a reforma lá, e que os tapumes podres de que a cidade do natal foi feita, estão sendo retirados e estão melhorando a estrutura!
 
Maria Silva em 27/10/2013 13:58:28
Resta saber qual será a reação dos funcionários e servidores quanto à esta exposição. Se a prefeitura comunicou a todos e todos concordaram com exposição pública de imagens, tudo bem, ótimo. Caso contrário, ninguém é obrigado a ter sua imagem divulgada publicamente. Isso ainda vai dar o que falar, por vários motivos:políticos, técnicos e pessoais.
 
Carlos Henrique em 27/10/2013 13:54:41
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions