A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

03/09/2014 08:23

Candidatos priorizam corpo a corpo para conquistar eleitores indecisos

Ludyney Moura
Nelsinho Trad, do PMDB, vai intensificar as caminhadas pelos bairros da Capital e municípios do interior (Fotos: Divulgação)Nelsinho Trad, do PMDB, vai intensificar as caminhadas pelos bairros da Capital e municípios do interior (Fotos: Divulgação)
Já Reinaldo Azambuja, do PSDB, aposta no convencimento dos eleitores indecisos para surpreender nas eleições de outubroJá Reinaldo Azambuja, do PSDB, aposta no convencimento dos eleitores indecisos para surpreender nas eleições de outubro
Delcídio do Amaral, do PT, quer usar campanha no rádio e TV para apresentar propostas de governo Delcídio do Amaral, do PT, quer usar campanha no rádio e TV para apresentar propostas de governo

A pouco mais de 30 dias para a chegada do primeiro turno das eleições, os principais candidatos ao Governo do Estado prometem intensificar o corpo a corpo com o eleitor para ganhar os votos dos indecisos, um percentual significativo da população. 

Segundo o coordenador da campanha de Nelsinho Trad, nome do PMDB para se manter no poder em Mato Grosso do Sul, Rodrigo Aquino, os indecisos representam quase 35% dos eleitores sul-mato-grossenses. Os peemedebistas também apostam no chamada "corpo a corpo" para ganhar a preferência do cidadão. 

“Nós estamos aumentando automaticamente o contato com eleitor nessa reta final. Já começamos a fazer isso, organizando caminhadas nos bairros de Campo Grande e em cidades do interior. O Nelsinho tem ido a muitas reuniões com grande números de participantes mesmo durante o dia. Outra questão muito importante, é a participação das rádios do interior, quase que diariamente o candidato concede entrevista por telefone, e isso facilita contato com eleitor”, revelou Rodrigo.

Já o coordenador da campanha de Reinaldo Azambuja, Carlos Alberto Assis, presidente municipal do PSDB, afirma que vai manter o planejamento inicial. “Nossa campanha continuar normal, da mesma forma que começou. Ela é homogênea do começo ao fim, focada no interior e na Capital, não tivemos grandes mudanças durante o trajeto. Fomos para rua mais cedo, porque sabíamos que a rua faria diferença na eleição”, disse.

O tucano aposta em surpresa no primeiro turno das eleições. “A grande pesquisa é a do dia 5 de outubro, quando o povo vai às urnas e fala a verdade. Não se analisa pesquisa pelo que aponta a intenção de voto, mas sim pela rejeição e a quantidade de indecisos. O Reinaldo tem baixa rejeição e o Estado concentra um grande número de indecisos que devem migrar para quem tem menor rejeição”, pontuou Carlos Alberto.

Por meio de sua assessoria, o candidato e aposta do PT para voltar ao comando de Mato Grosso do Sul, senador Delcídio do Amaral, informou que vai aproveitar a reta final da corrida eleitoral para intensificar o corpo a corpo nas caminhadas diárias pelas ruas da Capital e de municípios do interior. O petista também revelou que vai aproveitar a propaganda eleitoral no rádio e TV para detalhar e apresentar aos eleitores seu programa de governo.

Candidatos a governo vão discutir políticas para mulheres no dia 9
As políticas públicas para mulheres serão discutidas dia 9 de setembro pelos candidatos a governador de Mato Grosso do Sul. A expectativa é que, caso...
Justiça bloqueia mais dois fakes por ofensas a candidatos no Facebook
O juiz auxiliar do TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul), o desembargador Romero Osme Dias Lopes, decidiu pelo bloqueio de mais ...
Candidatos a governador aproveitam meio de semana para conceder entrevistas
No último dia de prazo para a 2ª parcial de prestação das contas de campanha dos candidatos, os postulantes ao cargo de governador do Estado de Mato ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions