A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Agosto de 2017

13/03/2014 13:12

Chocolate se diz aliviado com cassação e diz que era perseguido por Bernal

Bruno Chaves e Luciana Brazil
Chocolate está super tranquilo com cassação do mandato de Bernal (Foto: Marcos Ermínio)Chocolate está "super tranquilo" com cassação do mandato de Bernal (Foto: Marcos Ermínio)

Após solenidade de posse do prefeito Gilmar Olarte (PP), realizada nesta quinta-feira (13), na Câmara Municipal, o vereador Waldecy Nunes, o Chocolate (PP), disse que ficou aliviado com o resultado da sessão que cassou o mandato de prefeito de Alcides Bernal (PP) e lembrou que era perseguido por ele.

O parlamentar afirmou que agora está “super tranquilo” porque tinha certeza de que estava sendo acuado pelo prefeito. Ele se lembrou de episódios de embate, entre eles a expulsão do vereador do Partido Progressista. Entretanto, Chocolate conseguiu retornar por meio de liminar.

Cada um dos vereadores presentes na sessão de posse usou a palavra para dar as boas-vindas ao atual prefeito. Os parlamentares que votaram contra a cassação de Bernal, como Zeca do PT, Marcos Alex (PT) e Luiza Ribeiro (PPS), por exemplo, não compareceram ao evento.

Grazielle Machado (PR) discursou felicitando Olarte. Ela aproveitou e leu um recado do pai, o deputado estadual Londres Machado (PR), ao prefeito. “Seja humilde, saiba ouvir, trabalhe incessantemente e acredite”, dizia o texto, entre outras coisas.

Já Carlos Augusto Borges, o Carlão (PSB), incisivo, explanou: “não cometa os mesmos erros”. Juliana Zorzo (PSC) falou que Justiça foi feita, “com tristeza, mas com tranquilidade".

Por fim, Airton Saraiva (DEM) lembrou que Campo Grande é a mais prejudicada, já que ficou um ano e dois meses "parada".

Julgamento de Bernal foi político e Justiça não deve influenciar mérito
Como o julgamento de Alcides Bernal (PP) foi político-administrativo, e de competência da Câmara Municipal de Campo Grande, o Poder Judiciário não de...
Ainda tem o que entregar sobre Michel Temer em delação, diz Funaro
O corretor de valores Lúcio Bolonha Funaro, preso na Papuda, em Brasília, disse nesta quarta (16) que "ainda tem" o que entregar sobre o presidente M...



Belo exemplo de amizade e companheirismo você esta demonstrando. Armar uma traição dessa e fala que era perseguido. Quem sabe agora sua mulher tem o cargo de volta.
 
Valquiria Santos em 14/03/2014 10:28:21
depois desa chocolate em para presidente de bairro não e eleito.traição amigo e traição do povo
 
celso de jesus gomes em 13/03/2014 15:42:08
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions