A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 22 de Março de 2019

11/11/2018 14:27

Cinco municípios do Estado completam 55 anos de criação neste domingo

Anaurilândia, Ivinhema, Jateí, Naviraí e Pedro Gomes foram criadas na segunda gestão de Fernando Corrêa da Costa no Mato Grosso Uno

Humberto Marques
Ivinhema, no sul de MS, é uma das principais cidades na região. (Foto: Divulgação)Ivinhema, no sul de MS, é uma das principais cidades na região. (Foto: Divulgação)

Cinco municípios de Mato Grosso do Sul fazem aniversário neste domingo (11). Curiosamente, todos foram fundados em 1963, durante o segundo mandato do então governador Fernando Corrêa da Costa no Mato Grosso Uno –, completando assim 55 anos de existência.

Surgido a partir de uma ocupação em 1940 na região conhecida como Água Amarela, Anaurilândia –a 371 km de Campo Grande– surgiu como vila que, em 11 de novembro de 1963, foi elevada à categoria de município. Com 8.993 habitantes, conforme estimativa de 2017 do IBGE (Istituto Brasileiro de Geografia e Estaística), tem na agropecuária (gado, soja, cana-de-açúcar e milho) a base de sua economia. Recentemente, a cidade se tornou notícia graças à garantia de recursos de indenizações da Cesp, devido ao alagamento de áreas com a construção de usina de Porto Primavera –mais de R$ 100 milhões serão destinados ao município.

Ivinhema –a 282 km da Capital– nome nasceu da implantação de uma colônia agrícola a partir da Someco (Sociedade de Melhoramentos e Colonização), constituída em 25 de novembro de 1957. As construções, porém, só tiveram início em 1961. Dois anos depois, a comunidade era elevada à condição de município em 11 de novembro, transformando-se em um dos principais centros da região do Vale do Ivinhema. A população é estimada em 23,1 mil habitantes, distribuída entre a sede e o distrito de Amandina, além de 14 vilas e glebas.

Nascida a partir da Colônia Federal de Dourados, Jateí (292 km da Capital) só começou a receber colonos em 1956, depois que os novos moradores cruzaram o rio Dourados e se instalaram em uma área que não era incorporada ao projeto –forçando a criar a segunda zona da colônia. Transformou-se em município em 11 de novembro de 1963 e sua área se estende, hoje, dos limites da Grande Dourados ao Vale do Ivinhema, sendo o município um dos principais receptores do ICMS Ecológico (cerca de 10% do total estadual é destinado ao município, graças às áreas de preservação). Possui também o distrito de Nova Esperança. Hoje com 4.034 moradores, Jateí foi conhecida pela festa junina, mais especificamente pela grande fogueira realizada durante a celebração –sendo considerada a maior do Brasil.

Anaurilândia soma quase 9 mil habitantes. (Foto: Assomasul/Divulgação)Anaurilândia soma quase 9 mil habitantes. (Foto: Assomasul/Divulgação)
Jateí está entre a Grande Dourados e o Vale do Ivinhema. (Foto: Divulgação)Jateí está entre a Grande Dourados e o Vale do Ivinhema. (Foto: Divulgação)

Naviraí – Maior município localizado ao sul do Estado e com população estimada em mais de 54 mil habitantes, Naviraí –a 366 km de Campo Grande– foi fundada em 1952 por Ariosto Riva e companheiros, que criaram a colonizadora Vera Cruz Mato Grosso Ltda. O então povoado de Vera Cruz só era acessível pelo rio Amambai. Em 1955, a construção de uma estrada começou a tirar a região do isolamento, com o distrito sendo instituído em 1958 e, em 1963, sendo elevado a município.

Naviraí é um importante centro econômico do sul do Estado, tendo nos serviços privados, na agricultura e na indústria suas principais fontes de receita. Além da sede, conta com o distrito de Porto Cauiá, às margens do rio Paraná.

No extremo norte de Mato Grosso do Sul, Pedro Gomes –a 309 km de Campo Grande– tem notícias sobre ocupação de suas terras ainda no século XVII, por parte de indígenas. Ponto de passagem para quem seguia rumo a Cuiabá, só começou a ser loteado em 1838, com a chegada de Antôpnio Teodoro de Carvalho. O destacamento militar do Piquiri se tornou embrião da cidade, mas o povoado só começou a crescer em 1950. Chamado então Amarra-Cabelo –graças ao córrego usado para viajantes descansarem e se arrumarem–, tornou-se distrito em 1958, vinculado a Coxim, mas em 11 de novembro de 1963 lei estadual o transformou em município (instalado apenas em 22 de maio de 1965).

Hoje, a população de Pedro Gomes é estimada em 7.666 habitantes. Além da sede, conta com o distrito de Recreio.

Avenida Campo Grande, em Naviraí; município é o maior do sul de MS. (Foto: Divulgação)Avenida Campo Grande, em Naviraí; município é o maior do sul de MS. (Foto: Divulgação)
Pedro Gomes, cuja ocupação tem relatos de ter começado no século XVII. (Foto: Divulgação)Pedro Gomes, cuja ocupação tem relatos de ter começado no século XVII. (Foto: Divulgação)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions