A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 20 de Abril de 2019


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


31/08/2018 09:10

Aniversário da Capital tem homenagem no rádio

Reinaldo Rosa

MAGOEI – Mudança de empresa privada (digamos assim) para uma sede mais atualizada com parâmetros arquitetônicos estremeceu relações entre partes sempre cordatas. Chefe de setor público municipal negou-se a participar da caixinha virtual e o caldo desandou.

68 NÃO TERMINOU – Sucessos –nacionais e internacionais- que marcaram o ano de chumbo de 1968 entram em sua segunda parte no ‘Encontro de Gerações’, na FM 104 Educativa. Radialista e jornalista Ciro de Oliveira cumpre, assim, agenda preparada para o aniversário de Campo Grande neste dois de setembro.

COM TORRADAS – Parte das comemorações dos 50 anos do Grupo Acaba aconteceu em grande estilo. Os cantadores do pantanal foram convidados especiais da Academia Sul-mato-grossense de Letras pela divulgação e desenvolvimento que fazem do folclore regional.

BEXIGA MURCHA – “Voce (sem acento tônico) ganho (sem o ‘u’) uma cesta básica de R$ 114,00...”. Texto de papel exibido em programa na quadrada do Rodrigo a feliz ganhadora de sorteio. Educação básica é base de cultura em telinhas de concessão pública.

V.I.P. – Oscar Ulysses, locutor esportivo da Rádio CBN marcou presença no aniversário de sete anos do ‘Giro do Esporte’, da TVE Cultura. Evento de apresentação da nova programação foi marcado por relevantes figuras do mundo esportivo de Mato Grosso do Sul.

VOTO SECRETO – Reginaldo Paredes, ex-TV Morena, está no comando de produtora convocada para atuar nestas eleições. Mantém –e proporciona- considerável contingente de profissionais da publicidade em atividade.

ALÔ PANTANAL – Para quem perguntou, Laureane Schimidt, ex-TV Morena, tão cedo não volta à telinha regional. Em São Paulo atualmente, faz mestrado em comunicação para investir na área acadêmica e ensinar futuras gerações de comunicólogos. Só isso.

MERCI BONNER – Na entrevista com o presidenciável Jair Bolsonaro, no ‘Jornal Nacional’, Willian Bonner fez o jogo do candidato. Martelar em questões que ele responde –há anos- na imprensa escrita, falada e televisada só proporcionou pontos ao militar. Simples assim.

SUA VEZ – No ‘JN’ Bolsonaro falou aos seus e aproveitou bem o maior tempo que terá durante todo o horário de TV na atual campanha. Para quem não vota nele de jeito nenhum não disse nada de novo. Simples assim.

FORA DILMA – Deu na Band. “Em 2017 o governo federal arrecadou Um Trilhão e 340 bilhões de reais em impostos e destinou 94 bilhões para executar serviços de sua alçada”. Leitoras e leitores já têm candidato para substituir vampiro?

Censores da ditadura eram aprendizes
CALA BOCA NÃO MORREU – Ministro do STF mostra que censores da ditadura militar, colocados nas redações – entre 1964 4 1984 - eram aprendizes. Ministr...
Refém de religião, TV tem sobe e desce na audiência
BALA NA AGULHA – Antiga forma de conseguir apoios de congressistas para a concessão de emissoras de rádios foi feita com base no compadrio. Com dois ...
Mistério dos vários zeros paira sobre compra de FM
DEBITO NA POUPANÇA – Influência política determina caminhos mais curtos para personagens da vida pública nacional. Nada de novo. Concessões de rádios...
Novelas e seus clichês merecem estudo
PRÓPRIO UMBIGO – Imprensa falada e televisada de Mato Grosso do Sul martelou sobre expectativas dos 100 dias de administrações nacional e estadual. P...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions