A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Agosto de 2017

18/03/2014 19:20

Com posse de 24, Olarte precisa nomear 4 integrantes do primeiro escalão

Zana Zaidan
Com os empossados de hoje, faltam 4 nomes para integrar time de Olarte (Foto: Marcos Ermínio)Com os empossados de hoje, faltam 4 nomes para integrar time de Olarte (Foto: Marcos Ermínio)

Com a cerimônia de posse de dez novos chefes da administração de Campo Grande, realizada hoje (18) na Câmara de Vereadores, quatro nomeações ainda precisam ser feitas pelo prefeito Gilmar Olarte (PP), duas delas no primeiro escalão: na Secretaria de Assistência Social), secretaria de Políticas para Mulher, Fundac (Fundação Municipal de Cultura) e IMTI (Instituto Municipal de Tecnologia da Informação). O nome do líder do prefeito na Câmara de Vereadores também não foi definido.

Com Ione Coelho (PMDB) cotada para a SAS e Juliana Zorzo para a Fundac, a indefinição gira em torno da o secretaria da Mulher e a presidência do IMTI.

Durante a cerimônia, Olarte reforçou o nome de Juliana para assumir a Fundac. “Estamos caminhando com as conversações”, disse. Quanto à SAS, o prefeito citou a esposa Andreia Olarte e garantiu que, apesar de a primeira-dama não chefiar a Assistência Social, vai contribuir com o desenvolvimento de projetos para a pasta. Andreia chegou a ser cogitada para o cargo, mas lideranças do PMDB, como o deputado estadual Junior Mochi e a vereadora Magali Picarelli, garantiram que a indicação será do partido, e a indicada foi Ione.

Quanto à escolha do líder da base no Legislativo Municipal, Olarte limitou-se a dizer “que ainda é cedo para falar”. O prefeito anunciou que o objetivo era concluir as nomeações nesta semana, no entanto, não há sinalizações sobre a secretaria da Mulher e do IMTI.

Na solenidade de hoje, o prefeito empossou dez chefes, entre secretarias e fundações. Na sexta-feira, outros 14 membros já haviam sido nomeados. 




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions