A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 22 de Janeiro de 2018

02/10/2016 21:03

Com turbilhão de escândalos, bandeira contra corrupto faz campeões de votos

“Quando tocava nesse assunto de corrupção, fazia brilhar os olhos das pessoas. Isso foi o carro-chefe", diz eleito

Aline dos Santos, Richelieu de Carlo e Mayara Bueno
O policial federal André Salineiro foi o campeão de votos. (Foto: Marcos Ermínio)O policial federal André Salineiro foi o campeão de votos. (Foto: Marcos Ermínio)
“As pessoas estão desacreditadas com a política', diz delegado Wellington. (Foto: Alcides Neto)"“As pessoas estão desacreditadas com a política', diz delegado Wellington. (Foto: Alcides Neto)

Com a cidade marcada por escândalos de corrupção, a bandeira da honestidade pesou no resultado para eleição de vereadores em Campo Grande. O campeão nas urnas foi o policial federal André Salineiro (PSDB), que obteve 8.776 votos. Já o segundo lugar na disputa pelas 29 cadeiras do Poder Legislativo ficou com Odilon de Oliveira (PDT), filho do juiz federal de mesmo nome.

“Estava esperando uma votação boa, pela nossa campanha e nossos posicionamentos, mas ganhar com essa votação expressiva é uma surpresa. Demonstra que muitos estão cansados das velhas atitudes”, afirma Salineiro. Para ele, a Câmara Municipal falhou, como na fiscalização dos recursos públicos.

Segundo mais votado, Odilon afirma que o povo se cansou de corruptos. “Quando tocava nesse assunto de corrupção, fazia brilhar os olhos das pessoas. Isso foi o carro-chefe. O vereador tem que fiscalizar, se não fiscalizar, vira corrupção”, afirma Odilon, que tem 32 anos, é advogado e traz o peso do nome do pai, o juiz federal que virou até personagem de filme.

No ano passado, 14 vereadores foram alvos da operação Coffee Break, ação do MPE (Ministério Público Estadual) que denunciou associação criminosa e corrupção (ativa e passiva) no processo em que a Câmara Municipal cassou o mandato do prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP). A operação foi realizada em agosto de 2015 e afastou o então prefeito Gilmar Olarte (Pros), que renunciou no mês passado, após nova prisão. Atualmente, ele está em liberdade.

Também eleito para a nova safra de vereadores de Campo Grande, o delegado Wellington de Oliveira (PSDB) afirma que a população quer repostas contra a corrupção. “As pessoas estão desacreditadas com a política. Para mudar isso, tem quer trabalho sério, com ética e moral. Combater a criminalidade, melhorar a economia e gerar emprego”, afirma o delegado, que obteve 3.549 votos.

Outro que chegou à vitória com a bandeira contra a corrupção foi Vinícius Siqueira (DEM). Oficial de Justiça, ele foi um dos protagonistas do movimento para o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) e fundador do grupo Chega de Impostos em Campo Grande. A reportagem não conseguiu contato com Vinícius.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions