A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 23 de Janeiro de 2018

03/05/2016 15:10

Comissão de Ética analisa processo de cassação de Delcídio do Amaral

Michel Faustino
Senador Telmário Mota relator do Conselho de Ética. (Foto: Reprodução)Senador Telmário Mota relator do Conselho de Ética. (Foto: Reprodução)

A Comissão de Ética do Senado iniciou, na tarde desta terça-feira (03), a analise do processo que pode culminar na cassação do mandato do senador Delcídio do Amaral (sem partido-MS). A expectativa é de que o relatório seja votado no conselho logo depois da leitura do relatório do senador Telmário Mota (PDT-RR), relator do processo.

O senador faltou quatro vezes às sessões prevista para que ele comparecesse para prestar depoimento. A defesa de Delcídio alegou que ele não teria condições de se defender por não ter tido acesso à toda a documentação do processo. No fim de abril, a defesa chegou a recorrer ao STF (Supremo Tribunal Federal) afim de suspender o processo no Senado, mas o pedido foi negado. A apreciação do relatório pode ser acompanhada ao vivo através do link (clique aqui).

O senador Delcídio do Amaral foi preso em 25 de novembro passado depois que Bernardo Cerveró, filho de Nestor Cerveró, ex-diretor da Área Internacional da Petrobras, entregou ao Ministério Público o áudio de uma reunião na qual o parlamentar propunha o pagamento de R$ 50 mil por mês à família de Cerveró e um plano de fuga para o ex-diretor deixar o país.

Ele foi solto quase três meses depois, em 18 de fevereiro, sob condição de se manter em recolhimento domiciliar, podendo deixar a sua residência apenas para ir ao Senado trabalhar e retornando no período noturno. Desde então, ele está de licença, que vem senso prorrogada e não retornou à Casa.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions