A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

25/04/2013 19:52

Contratos da "Máfia do Asfalto" em MS superam R$ 115 milhões

Zemil Rocha
Ligação de Vander com Scamatti está sendo investigada (Foto: Arquivo)Ligação de Vander com Scamatti está sendo investigada (Foto: Arquivo)

A empresa de propriedade de Olívio Scamatti, que tem possível ligação com o deputado federal Vander Loubet (PT-MS) sob investigação da Polícia Federal e Procuradoria da República, celebrou contratos de obras em Mato Grosso do Sul que superam R$ 115 milhões. Scamatti foi preso acusado de comandar fraudes em licitações no interior de São Paulo, esquema batizado de “Máfia do Asfalto”.

Os dois maiores contratos da empresa de Scamatti, a Demop Participações Ltda, integrando um consórcio com a Transenge Engenharia e Construções Ltda, que tem sede em Campo Grande, são com a superintendência do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), e totalizam R$ 114 milhões. Ambos se referem a serviços de conservação e recuperação da rodovia BR-158, um no valor de R$ 11,7 milhões, conforme licitação julgada em 27 de setembro do ano passado, e outro de R$ 102,3 milhões, referente ao certame de 7 de dezembro de 2012.

A contratação mais valiosa, de R$ 102,3 milhões, refere-se à licitação 0510/11-19, que prevê obras no trecho que vai da divisa de Goiás com Mato Grosso do Sul, com início na travessia do rio Paraná, com subtrecho da divisa até a rodovia MS-163/443 (Aparecida do Taboado), num segmento do km 0,0 ao km 141,9.

Na outra, conforme a licitação 0185/12-19, a previsão é de execução das obras/serviços de manutenção rodoviária, para a segunda etapa na rodovia BR-158, no trecho da divisa de Goiás com Mato Grosso do Sul, subtrecho dela até o entroncamento da BR-262, em Três Lagoas, no segmento do km 0,0 ao km 271,1.

Três Lagoas, por sinal, é uma das cidades de Mato Grosso do Sul onde Scamatti tem negócios. Lá se instalou a empresa Noromix, que trabalha no setor de concretagem. Em outra cidade sul-mato-grossense, Paranaíba, o empreiteiro possui jazidas de brita, sendo dono da MGL Paranaíba – Mineração Grandes Lagoas.

Quanto a contratos com entes públicos, Scamatti teve pelo menos mais dois contratos no Estado, um em Água Clara e outro em Selvíria, com os dois somando cerca de R$ 1 milhão. Quanto a Selvíria, através da tomada de preços 09/2011, a empresa Demop foi contratada por R$ 744,2 mil para executar obras e serviços de engenharia para asfaltamento de trechos de duas ruas e recuperação asfáltica em duas outras. No caso de Água Clara, através do contrato nº 083/2009, a prefeitura contratou a Demop para obras de pavimentação asfáltica no valor de R$ 276,7 mil.

Os maiores negócios de Scamati são no interior de São Paulo, onde foi desencadeada a operação que revelou esquema de fraudes com licitações públicas e resultou em várias prisões. A estimativa é de que esses golpes superem R$ 1 bilhão.

Na época da operação, o procurador da República Thiago Lacerda Nobre, de Jales (SP), chegou a declarar que havia uma movimentação da “Máfia do Asfalto” em direção a estados do Centro Oeste e a Minas Gerais. “Num passado muito recente é que ela começou a estender seus tentáculos criminosos para o Mato Grosso do Sul, Minas e salvo engano para Goiás, também”, afirmou ele.

 

Veja abaixo os extratos de lciitações com o DNTI em MS:

 

Licitação 0185/12-19

Execução das Obras/Serviços de Manutenção (Conservação/Recuperação) Rodoviária - CREMA 2ª Etapa na Rodovia: BR-158MS, Trecho: Div.GO/MS –Div. MS/SP, Subtrecho: Div. GO/MS – Entr. BR-262(A) (Três Lagoas), Segmento: km 0,0 ao km 271,1, Extensão: 271,1 km,CÓDIGO DO PNV: 158BMS0430 – 158BMS0520, Lote 01.

RESULTADOS DE JULGAMENTOS
CONCORRÊNCIA Nº 185/2012
O DNIT, através da SR/MS, divulga para conhecimento dos
interessados na licitação em epígrafe, o Resultado de Julgamento.
Empresa vencedora: Consórcio Transenge Engª e Construções Ltda/
DEMOP Participações Ltda. CNPJ nºs 36.798.718/0001-12 e
03.189.580/0001-03. Valor da Proposta: 11.717.743,86 (Onze milhões, setecentos e dezessete mil, setecentos e quarenta e três reais e
oitenta e seis centavos). Cópia do Relatório de Julgamento poderá ser
obtida na SR/MS e no sitio: www.dnit.gov.br.
(SIDEC - 27/09/2012) 393010-39252-2012NE800001

 

Licitação 0510/11-19

Execução dos Serviços de Manutenção Rodoviária (Conservação/Recuperação) - Rodovia: BR-158/MS; Trecho: Divisa GO/MS – Divisa MS/SP (Início Travessia Rio Paraná); Subtrecho: Divisa GO/MS – Entr. MS-163/443 (Aparecida do Taboado); Segmento: km 0,0 – km 141,9; Extensão: 141,9 Km. LOTE 01.

RESULTADO DE JULGAMENTO
CONCORRÊNCIA Nº 510/2011
O DNIT, através da SR/MS, divulga para conhecimento dos
interessados na licitação em epígrafe, o Resultado de Julgamento.
Licitante vencedora: Consórcio Transenge Engª r Construções Ltda/
Demop Participações Ltda. CNPJ n.ºs 36.798.718/0001-12 e
03.189.580/0001-03. Valor da Proposta: R$ 102.359.386,94 (Cento e
dois milhões, trezentos e cinquenta e nove mil, trezentos e oitenta e
seis reais e noventa e quatro centavos). Cópia do Relatório do Resultado de Julgamento poderá ser obtida na SR/MS e no sitio:
w w w. d n i t . g o v. b r.
ANA CRISTINA MENEZES PEREIRA
Presidente de Comissão de Licitação
(SIDEC - 07/12/2012) 393010-39252-2012NE800001

 

Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...
Assembleia vota Orçamento de R$ 14,4 bilhões de 2018 na terça-feira
O Orçamento de R$ 14,4 bilhões do Governo de Mato Grosso do Sul para 2018 passará pela votação em segunda discussão na terça-feira (19) na Assembleia...


Pessoal, vamos abrir uma campanha do voto nulo, vamos contribuir para que estes safados entrem no governo
 
FELIX MARTINEZ em 26/04/2013 09:37:41
Ainda queria ser prefeito de Campo Grande.
 
joão afonso em 26/04/2013 09:25:03
Jorge ferreira. o eleitor brasileiro eh ingênuo e os políticos sabem disso,depois de eleitos vao legislar em causas próprias.
 
joao bosco em 26/04/2013 09:24:27
E tem gente falando em votar no Delcidio...o partido dos mensaleiros!
 
Patricia Andrade em 26/04/2013 09:14:41
Até que enfim pegaram esse safado. Como pode ex- bancário se tornar milionário?
 
ricardo rodrigues em 26/04/2013 08:57:21
A corrupção come todo o dinheiro público, nosso estado que é tão carente de infraestrutura e politicos fazendo pedidos a empreiteiros. O pior é que o envolvido nega esse envolvimento.
 
Juarez Goncalves em 26/04/2013 08:50:06
Jorge Ferreira o eleitor tá acordado em parte porque infelizmente elegeu o Bernal, mas o sobrinho do ex-governador o Vander teve, com todo o PT juntos, apenas 21.377 votos, ou seja 4,87% (quatro virgula oitenta e sete por cento) dos votos válidos. Já tava debilitado, agora com porrete na cabeça tá morto.
 
Carlos Marques em 26/04/2013 08:45:52
agora que quero ver se tem alguém "HONESTO" EM CAMPO GRANDE PARA INVESTIGAR AS DENUNCIA, PUNIR ESTA MELIANTE QUE A SOCIEDADE ESTA CHEIO DELES. PARECE QUE ELES ESTÃO EM OUTRA DIMENSÃO, LIVRES DESTA JUSTIÇA INJUSTA, A JUSTIÇA DO BRASIL ESTA NO BOLSA DE CADA UM .
 
JOSÉ CARLOS MARANI em 26/04/2013 07:50:10
99% dos políticos não trabalha por causa só do salário normal falado e nem com a intenção de ajudar o povo. O elemento que tem 2 fazendas e empresas, tem explicação em largar tudo nas mãos de empregados para ir para Brasilia? Inventa outra para eu dormir! Mas, quem elege? O Povo que geralmente não quer eleger um homem ou mulher de Bem, prefere um rico ou pertencente a elite.
 
luiz alves em 26/04/2013 07:26:42
A Polícia Federal precisa acompanhar a qualidade do serviço de tapa-buracos na BR-163 entre Campo Grande e Anhanduí, talvez até Nova Alvorada. Mal fecharam os buracos e, duas semanas depois, já está esburacando de novo. Pode?
 
Elias Fernandez em 25/04/2013 22:45:38
Será que dessa vez acorda o eleitor, eu já estava pensando que o tapado seria eu.
 
jorge ferreira em 25/04/2013 21:06:36
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions