A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

08/08/2013 12:51

Crivella diz produção de pescado em MS é pequena e pode aumentar muito mais

Leonardo Rocha
Ministro elogia participação de bancada federal do MS, mas destaca que produção no Estado poderia melhorar (Foto: Divulgação)Ministro elogia participação de bancada federal do MS, mas destaca que produção no Estado poderia melhorar (Foto: Divulgação)

O ministro da pesca, Marcelo Crivela afirmou, durante solenidade na Governadoria, que a produção de peixe no Estado deve aumentar, já que as atuais 17 mil toneladas ao ano ainda são insignificantes. Ele ponderou que o Estado apesar de ser uma dos maiores produtores de carne bovina, também possui recursos naturais e infraestrutura para investir no setor. “Ele pode usar sua porção de água considerável para aumentar a produção, aqui é como se fosse o Jardim do éden”, destacou ele.

O ministro aproveitou para elogiar a atuação e parceria com o governo estadual e destacar que o setor é realidade na maioria dos países do mundo, e que o Brasil deve crescer. “Quando participo das reuniões fora do país, o pessoal diz que precisamos acordar, pois ainda temos uma produção pequena e ridícula, podemos muito mais”, ressaltou.

O governador André Puccinelli (PMDB) enalteceu que o Estado precisa diversificar suas fontes econômicas para aumentar a geração de empregos e renda e proporcionar melhor qualidade de vida. “Vamos dobrar nossa produção de 17 mil toneladas para 34 mil e depois continuar crescendo, assim como estender estes projetos para Bacia do Rio Paraguai”, explicou ele.

André também destacou que o Aquário do Pantanal irá possibilitar que Campo Grande seja um centro de pesquisa, com participação de universidades de fora do país. “Já existem seis instituições interessadas em vir para cá, nos próximos meses receberemos uma delegação japonesa justamente com esta finalidade”.

Puccinelli apontou que assim o Estado poderá ter a “grife Pantanal” e assim fazer com que o mundo reconheça Mato Grosso do Sul como representante da vegetação. “Já temos 67% do pantanal e agora com o Aquário iremos ampliar esta divulgação”, enfatizou.

O senador Delcídio do Amaral (PT) destacou que o desafio tanto de Mato Grosso do Sul como do país aumentar sua produção no setor, já que temos o maior manancial de água potável do mundo, apesar de ter produção inferior a países como Colômbia e Chile. “Vamos brigar para que o orçamento de 2014 possa contemplar investimentos maiores”, afirmou.

Defesa – Crivela aproveitou o evento para defender a gestão da presidente Dilma Rousseff (PT), ele ponderou que apesar da saúde, educação e transito não estarem em condições ideais, está situação não piorou após a entrada de Dilma e sim melhorou. “Ela não desonrou aqueles que confiaram na sua competência, no ministério (pesca) a presidente diminuiu os tributos e ainda financiou cerca de R$ 500 milhões até agora, deixando que os empresários paguem com juros baixos, três anos de carência em período de dez anos”, ressaltou ele.

O ministro ainda ponderou que o governo federal vai simplificar as licenças nas águas da União, com a supervisão e análise do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis). “Na Furnas e Três Marias não tem um peixe no local, temos que mudar esta política ambientalista que prejudica o desenvolvimento”, apontou.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions