A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

08/06/2011 23:01

De volta à Câmara de Bonito, vereadores alegam inocência

Paulo Fernandes
Presidente da Câmara, Nandinho dos Correios (PT), está de volta ao Parlamento (Foto: BonitoInforma)Presidente da Câmara, Nandinho dos Correios (PT), está de volta ao Parlamento (Foto: BonitoInforma)

O presidente da Câmara Municipal de Bonito, Reginaldo dos Reis Nunes Rocha, o Nandinho dos Correios (PT), e a 1ª Secretária, Luisa Aparecida Cavalheiro de Lima (PPS), voltaram ao parlamento afirmando serem inocentes das acusações.

Eles conduziram os trabalhos no legislativo, na noite de ontem, após decisão do Desembargador Josué de Oliveira, que acatou Agravo de Instrumento e concedeu Efeito Suspensivo anulando o afastamento determinado no dia 31 de maio, quando também foram apreendidos computadores e documentos na Câmara.

Nandinho dos Correios e Luisa afirmaram ser inocentes, de acordo com o site BonitoInforma. “Confio na Justiça de Deus”, disse o vereador. Ele declarou que as denúncias contra ele foram baseadas em mentiras e calunias. “Eles fabricam provas e editam gravações”, disse.

Já a vereadora Luisa atribuiu que as denúncias ao suposto “desespero de alguns políticos” diante da boa colocação dela nas pesquisas de intenção de voto na disputa pela prefeitura em 2012. “É uma disputa política”, declarou.

A notícia-crime foi apresentada ao MPE (Ministério Público Estadual) pelos vereadores Amir Trindade (PDT) e Josmail Rodrigues (PSDB). A ex-presidente da Câmara é acusada de tentar comprar votos para mudar o regimento interno e possibilitar sua reeleição, além de propor suborno a fiscais do TCE (Tribunal de Contas do Estado).

Em uma gravação, o presidente da Câmara conversa com o vereador Pedrinho da Marambaia a respeito de possível transação financeira com Luísa.



Veja como são as coisas. Difícil mesmo é acreditar que eles fossem garantir a culpabilidade. Já era de se esperar que eles alegassem inocência. É raro mas muito raro mesmo alguém assumir a responsabilidade pelo ato praticado.
 
jonas bilder em 09/06/2011 06:11:42
esse vereador corrupto, demagogo e hipocrita, se acha muito inteligente e que as pessoas sao burras demais, para acreditar nessas converssinhas de que ele fala usando o nome de Deus em vao! para livrar sua pele das maos da JUSTICA, mas tudo que aqui se faz aqui se paga, isso e so o comeco para esses corruptos. Que vergonha para os CORREIOS ter um representante como esse em Bonito!!! Fora nandinho dos CORREIOS!!!
 
Decepcao em 09/06/2011 04:29:41
O magistrado analisou com profundidade os argumentos apresentados pela defesa no Agravo de Instrumento antes de conceder o Efeito Suspensivo, determinando o retono dos parlamentares aos seus postos. Isto me força a analisar a hipótese de apenas um interesse político. A calúnia, a difamação e a injúria estão previstas no CP, e, os autores passíveis das sanções lá impostas, além da violação do art. 5º, X da CF. Senhores autores: se existem provas fundadas, não se calem; Senhores acusados: se as informações forem viciadas ou interesseiras, apliquem a lei que os ampara. Nós bonitenses não mais admitiremos políticas menores se sobrepor à nossa honra e trabalho. O povo será implacável na pretensa renovação de seus mandatos.

João Trindade
 
JOÃO TRINDADE em 09/06/2011 03:44:20
Mais uma vez a justiça teve que intervir no desespero e falta de preparo de alguns promotores e vereadores, que não pensa na cidade e sim na sua promoção.
Não estou dizendo que eles não são culpado, mas trabalhe direito, os promotores ganham muito bem, será que não estão preparado. Para o desembargador conceder o efeito suspensivo analizaram a " fúmus bôni júris" - fumaça do bom direito..lamentável.
 
marco pereira em 09/06/2011 03:40:24
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions