A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 16 de Agosto de 2017

14/12/2015 08:00

Delcídio deve ser transferido hoje para quartel da Polícia Militar

Antonio Marques
O senador Delcídio do Amaral deve ser transferido hoje para um quartel da Polícia Militar do Distrito Federal (Foto: Divulgação/ Assessoria Senado Federal)O senador Delcídio do Amaral deve ser transferido hoje para um quartel da Polícia Militar do Distrito Federal (Foto: Divulgação/ Assessoria Senado Federal)

O senador Delcídio do Amaral (PT) deve ser transferido hoje, 14, a um quartel da Polícia Militar do Distrito Federal. Na última sexta-feira, 11, o ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou a transferência do senador da carceragem da superintendência da Polícia Federal (PF).

Delcídio está preso desde último dia 25, acusado de tentar atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato. O parlamentar cumpre prisão preventiva, sem prazo determinado para liberdade. O pedido de transferência foi formalizado pela defesa de Delcídio. Em parecer encaminhado ao Supremo, a PGR concordou com mudança para o quartel da PM/DF.

No sábado, 12, a PM de Brasília informou que o processo de transferência deveria ocorrer hoje em razão de autorização estar no início do trâmite administrativo. A PF chegou a comunicar o recebimento da autorização do STF, que determina o Batalhão da Polícia de Trânsito como o novo local de prisão do parlamentar.

Relaxamento - Nesta terça-feira, 15, a defesa do senador deve apresentar ao Supremo o pedido de relaxamento da prisão de Delcídio. A estratégia é solicitar que o parlamentar possa seguir para o regime domiciliar e cumprir o período da preventiva em sua residência. Conforme o Campo Grande News apurou, os advogados vão alegar que Delcídio não oferece qualquer risco às investigações da Lava Jato.

Na semana passada chegou a circular na imprensa que Delcídio do Amaral estaria pensado em negociar delação premiada, o que é negado pela assessoria e pelos advogados do senador.

Conforme a assessoria de imprensa de Delcídio, o fato não passou de especulação de parte da imprensa em razão do senador ter contratado o advogado Antônio Figueiredo Basto, que passa a atuar na defesa do parlamentar ao lado do advogado Maurício Leite.

Basto ficou nacionalmente conhecido após fechar delações relevantes para as investigações na Lava Jato, entre as quais a do doleiro Alberto Youssef e a do dono da construtora UTC, Ricardo Pessoa. O próprio advogado chegou a desmentir essa possibilidade.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions