A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

18/06/2009 14:30

Delegado cedido ao TCE diz que não ganha mais que André

Redação

O delegado Osmar Pedrosa de Frias, cedido há 14 anos ao TCE (Tribunal de Contas do Estado), negou que recebe salário superior ao governador André Puccinelli (PMDB). Funcionário da Polícia Civil desde 1986, ele é delegado de primeira classe e recebe cerca de R$ 20 mil por mês, incluindo a verba de representação de R$ 960.

Segundo matéria do jornal O Estado de Mato Grosso do Sul, publicada hoje, o delegado recebe salário mensal de R$ 23,3 mil por mês, acima do teto do funcionalismo público estadual, que é o vencimento do governador, de R$ 22 mil.

"Não corresponde a realidade", ressaltou Frias, ao negar a acusação publicada no jornal. Em entrevista ao Campo Grande News, ele mostrou o holerite, emitido pela Secretaria Estadual de Administração, que informa vencimento de R$ 19,3 mil mais a representatividade paga pelo TCE. O salário liquido, com os descontos, fica em torno de R$ 13 mil por mês.

Osmar Pedrosa de Frias afirmou que a cedência é legal e publicada no Diário Oficial do Estado. "Teve épocas sem ônus", ressaltou, sobre a condição atual do ônus ser para a origem.

Além do delegado, mais oito funcionários do Poder Executivo são cedidos ao TCE, com vencimento entre R$ 1,8 mil e R$ 17,3 mil por mês. O custo da folha para o Estado é de R$ 92,7 mi por mês.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions