A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 17 de Janeiro de 2018

15/04/2009 14:23

Deputado cobra providências contra comandante da PM

Redação

O deputado estadual Coronel Ivan de Almeida (PDT) cobrou nesta quarta-feira explicações ao governo do Estado sobre as possíveis punições ao Coronel Geraldo Garcia Orti e o Tenente-Coronel Edílson Osnei Nazareth Duarte, acusados por ele de prevaricação e corrupção ativa, entre outros crimes.

O parlamentar solicitou que a Mesa Diretora encaminhe ao governador André Puccinelli (PMDB) e ao secretário de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Jacini, expediente solicitando explicações e confirmação sobre a instalação de algum procedimento administrativo contra os dois.

Coronel Ivan anunciou que irá encaminhar as denúncias ao MPE (Ministério Público Estadual). O deputado disse ter conhecimento de que Orti estaria sendo beneficiado por um "mensalão" patrocinado por dono de uma empresa responsável pelas "lombadas eletrônicas instaladas no Estado".

"Quem segura o Orti no comando da Polícia Militar não é o governador André Puccinelli, nem o secretário Wantuir Jacini, é o Nabor", disparou na semana passada, ao fazer as denúncias na tribuna da Assembléia. Ele se referia ao proprietário da empresa, que, segundo ele, passou de um simples professor no município de Jardim a forte empresário.

As acusações motivaram o deputado Amarildo Cruz (PT) a sugerir ao colega a instalação de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar o setor de segurança pública do Estado.

Segundo Ivan, Nabor seria afilhado de Orti que, conforme a denúncia, também é de Jardim.

O deputado também acusou o comandante da PM de perseguição dentro da corporação, inclusive impedindo que outros coronéis tenham ascensão dentro da polícia e transferindo o policial de uma cidade para outra, como forma de diminuir seus espaços.

Conforme Ivan de Almeida, Orti costuma ofender os policiais chamando alguns de "animal", "mocorongo", e outras coisas "do tempo da ditadura".

O parlamentar criticou ainda, em sua denúncia, o fato de Orti tentar acabar com o Centro de Equoterapia

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions