ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, SEXTA  12    CAMPO GRANDE 11º

Política

Deputados cobram investimentos no Hospital Regional após denúncias de pacientes

Matérias do Campo Grande News foram usadas como exemplo de falta de planejamento da atual gestão

Por Gabriela Couto | 19/06/2024 13:32
Deputado estadual Pedro Kemp (PT) citando notícia do Campo Grande News, na tribuna, durante sessão desta quarta-feira (19) (Foto: Luciana Nassar) 
Deputado estadual Pedro Kemp (PT) citando notícia do Campo Grande News, na tribuna, durante sessão desta quarta-feira (19) (Foto: Luciana Nassar)

O deputado estadual Pedro Kemp (PT) ocupou a tribuna para cobrar e sensibilizar o governo do Estado em relação aos casos denunciados pelo Campo Grande News de falta de medicamentos no Hospital Regional.

“O hospital tem 25 anos de funcionamento. O que está faltando? Não tem como deixar faltar medicamentos básicos. Isso é falta de planejamento. Porque falta de recurso não é. Sabemos que o Estado está em boas condições financeiras”, disparou.

O petista relembrou o caso de uma mãe que denunciou a falta de catéter para o bebê no início do mês. Também foi citado o fato de um paciente ter caído do sexto andar da unidade.

Parlamentar segura foto de reprodução da matéria publicada no Campo Grande News (Foto: Giovanni Coletti)
Parlamentar segura foto de reprodução da matéria publicada no Campo Grande News (Foto: Giovanni Coletti)

O governo do Estado pretende privatizar o hospital. “Se existe um plano do governo de fazer uma concessão, isso vai demorar. Precisamos de atendimento, de equipe, porque os pacientes estão lá agora”.

Para o parlamentar, o Estado de Mato Grosso do Sul tem condições de aportar recursos para atender a infraestrutura e comprar medicamento e insumos.

“Será que deixaram chegar neste ponto tão preocupante para entregar o hospital à inciativa privada? Alguma coisa está acontecendo e faço um apelo para que o governo resolva essas situações denunciadas de forma emergencial. Recursos existem”, afirmou.

Por sugestão dos deputados Pedrossian Neto (PSD), Professor Rinaldo Modesto (Podemos), Coronel David (PL) e Mara Caseiro (PSDB), a Comissão de Saúde será acionada para fazer interlocução junto ao Poder Executivo e aos gestores do Hospital Regional.

Por meio de nota, o HRMS (Hospital Regional de Mato Grosso do Sul) disse que está à disposição dos parlamentares, bem como de toda sociedade, para prestar quaisquer esclarecimentos necessários a respeito de seu funcionamento e manutenção.

"O hospital reforça seu compromisso com a excelência no atendimento prestado à população, e reitera que dispõe de uma equipe médica e assistencial multidisciplinar altamente qualificada, motivo pelo qual somos referência no tratamento de diversas patologias".

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias