A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 26 de Setembro de 2018

09/06/2015 14:25

Deputados dizem que concessão de rodovias vai ajudar economia de MS

Leonardo Rocha
Rinaldo Modesto disse que União demorou para terceirizar rodovias e lembrou que quase perdeu a vida na BR-262 (Foto: Roberto Higa/ALMS)Rinaldo Modesto disse que União demorou para terceirizar rodovias e lembrou que quase perdeu a vida na BR-262 (Foto: Roberto Higa/ALMS)
Paulo Corrêa diz que concessão de rodovias traz segurança e modernidade, lembrando que vai reduzir número de acidentes (Foto: Roberto Higa/ALMS)Paulo Corrêa diz que concessão de rodovias traz segurança e modernidade, lembrando que vai reduzir número de acidentes (Foto: Roberto Higa/ALMS)

Os deputados disseram que são favoráveis a concessão das rodovias federais BR-262 e BR-267, para iniciativa privada, já que além de ter um cuidado maior em relação a segurança dos motoristas, também contribui para um melhor escoamento da produção, que vai trazer benefícios para economia de Mato Grosso do Sul.

Eles lembraram que já existem benefícios com a concessão da BR-163, inclusive com redução de acidentes e local mais adequado para o tráfego de veículos. “O correto seria o Governo Federal investir nas rodovias, mas devido a situação é melhor que a iniciativa privada faça as devidas adequações, o que diminui os acidentes”, disse Renato Câmara (PMDB).

O peemedebista lembrou que neste cenário serão cobrado pedágios, já que o consórcio escolhido vai fazer a manutenção e conservação das rodovias. “Um novo custo para o bolso do cidadão, mas que se torna necessário para economia e segurança”.

O deputado Paulo Corrêa (PR) ressaltou que esta ação do Governo Federal traz “modernidade” ao Estado, tendo exemplo da boa ação da empresa CCR MSVia, na BR-163. “Apenas com algumas ações, como limpeza de acostamento, visual perfeito da estrada e sem buracos, diminuiu quase 70% os casos de acidente apenas no trecho Campo Grande a São Gabriel do Oeste”, disse ele.

Corrêa ponderou ainda a cobrança de multa de R$ 1.900,00 para ultrapassagem em faixa contínua, e fiscalização dos caminhões e carretas que trafegam acima do peso. “Vai melhorar muito tanto a segurança, como outros fatores, o que falta neste pacote é apenas a inclusão da rodovia BR-060, para Chapadão do Sul”.

Rinaldo Modesto, líder do Governo, ressaltou que além do escoamento, esta concessão vai salvar vidas, pois estas rodovias estão em péssimas condições. “O Governo Federal demorou, mas acordou, perdeu muito tempo em não terceirizar, quase perdi minha vida em uma viagem na BR-262”, disse o tucano.

Ferrovia – O deputado Eduardo Rocha (PMDB) ainda lembrou que está em formatação uma mudança no traçado da Ferrovia Norte/Sul, que segundo ele, vai passar por Aparecida do Taboado, depois entrar em Três Lagoas, com acesso a Eldorado, Fibria e Fábrica de Fertilizantes da Petrobras, depois seguindo a Brasilândia, Dourados e Maracaju.

“Só em Três Lagoas irá passar por 18 fábricas, este projeto com o novo traçado já está com Edson Giroto no Ministério dos Transportes e vai contribuir muito para o escoamento e competitividade do Estado, será muito importante”, disse o parlamentar.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions