A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Agosto de 2017

18/09/2015 13:11

Deputados petistas dão apoio a Bernal, mas não falam em cargos

Antonio Marques
Ao lado dos vereadores José Chadid (à esquerda) e Airton Araújo (à direita), Bernal recebe deputados petistas, que negam ter conversado sobre cargos na prefeitura. (Foto: Marcos Ermínio)Ao lado dos vereadores José Chadid (à esquerda) e Airton Araújo (à direita), Bernal recebe deputados petistas, que negam ter conversado sobre cargos na prefeitura. (Foto: Marcos Ermínio)

Os deputados federais Zeca do PT e Vander Loubet estiveram na manhã de hoje visitando o prefeito de Campo Grande Alcides Bernal (PP). Na saída, eles declaram apoio a atual gestão e disseram que vão trabalhar em Brasília para liberação de novos recursos à Capital, mas negaram terem ido tratar da participação do partido na administração municipal, alegando ser uma atribuição da instância partidária.

VanderLoubet negou ter ido conversar com Bernal sobre a participação do PT no governo municipal. Para ele, esse assunto o prefeito deveria sentar com a bancada e a direção municipal do partido para debater o espaço na administração. “Independente disso, o que estiver ao nosso alcance para ajudar Campo Grande, vamos contribuir. Não é cargo que vai nos impedir de ajudar a cidade”, declarou o parlamentar.

No início dessa semana, a direção municipal e a regional do PT, junto com a bancada dos vereadores, divulgaram uma nota comunicando que continuaria apoiando a gestão de Alcides Bernal, porém os vereadores teriam uma atuação independente na Câmara Municipal, fora da base aliada. A nota ainda dizia que o partido dava toda liberdade para o prefeito escolher seus secretários e que o apoio não dependeria de cargos na administração municipal.

O vereador Marcos Alex já havia dito, anteriormente, que em uma conversa inicial com o prefeito, já havia revelada a intenção de o partido permanecer com o mesmo espaço que tinha na primeira parte da gestão de Bernal. Porém, Alex comentou que não havia qualquer resposta da parte do chefe do Executivo.

O deputado Zeca do PT declarou que também vai apoiar a gestão do prefeito Bernal, que deve superar esse momento de crise e realizar uma boa administração. Um dos nomes citados por alguns petistas para concorrer à prefeitura em 2016, Zeca disse que não será candidato. “Já venci as eleições há cerca de 20 anos e não pretendo disputar o cargo novamente”, lembrou. Em 1996, Zeca disputou com André Puccinelli (PMDB) e perdeu por 411 votos, mas nunca aceitou a derrota.

O deputado petista revelou que pretende disputar a vaga ao Senado em 2018 e disse que o partido tem outros nomes para concorrer à prefeitura, mas ao mesmo tempo afirmou que Bernal será um nome forte nas próximas eleições municipais.

Se o prefeito conseguir recuperar o equilíbrio das contas da prefeitura e solucionar os problemas que estão atingindo no momento os campo-grandenses, poderá mesmo ter grandes chances de vencer a disputa e, diante das declarações dos deputados petistas, não estaria descartada a possibilidade de uma aliança dom o Partido dos Trabalhadores numa chapa na majoritária.

O vereador Airton Araújo (PT), que também participou da reunião, preferiu não revelar a conversa com Bernal sobre o espaço do partido na gestão, apenas informou que no próximo domingo haverá uma reunião da direção do PT e os vereadores petistas com o prefeito, quando o tema será debatido.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions