A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

03/10/2016 11:00

Dono de 26% dos votos, Bernal será fator decisivo no segundo turno

Aline dos Santos e Richelieu de Carlo
Bernal perdeu reeleição, mas tem votos cobiçados para o segundo turno. (Foto: Alcides Neto)Bernal perdeu reeleição, mas tem votos cobiçados para o segundo turno. (Foto: Alcides Neto)
Coronel David teve 4,83% dos votos e já foi procurado por Marquinhos. (Foto: Alcides Neto)Coronel David teve 4,83% dos votos e já foi procurado por Marquinhos. (Foto: Alcides Neto)
Marcelo Bluma (PV) deve decidir entre hoje e amanhã quem apoiar no segundo turno. (Foto: Alcides Neto)Marcelo Bluma (PV) deve decidir entre hoje e amanhã quem apoiar no segundo turno. (Foto: Alcides Neto)

Dono de 111.128 votos, o atual prefeito Alcides Bernal (PP) caminha para ser decisivo no segundo turno em Campo Grande, que será disputado por Marquinhos Trad (PSD) e Rose Modesto (PSDB). Nesta segunda-feira (3), Bernal ainda avalia se fica neutro ou se declara apoio a um dos concorrentes.

“Ainda não decidi. Vou me reunir com o grupo político para analisar o que deve ser feito. Tenho que administrar até 31 de dezembro, isso que a responsabilidade me exige. Mas assim que houver decisão, vou anunciar em coletiva”, diz.

A coligação “Juntos por Campo Grande”, liderada por Rose, começará a busca de apoios por Bernal. “Vamos procurar todos os partidos, começando pelo Bernal. Ele é muito importante, decisivo. Temos muito o que conversar com ele. Quem quiser o melhor por Campo Grande vem com a gente”, diz Carlos Alberto Assis, que coordena a campanha de Rose.

A assessoria de imprensa do candidato Marquinhos Trad informa que ele participa de reunião na manhã de hoje e só então vai anunciar quais apoios buscará neste segundo turno.

Votos – Campo Grande teve 15 candidatos a prefeito no primeiro turno. Marquinhos ficou com 34,57% (147.694 votos), seguido por Rose, que teve 26,62% (113.738 votos); e Bernal, cujo resultado foi 26,01% (111.128 votos. Os demais concorrentes somados chegam a 57.041 votos, ou seja, inferior ao resultado de Bernal.

Na sequência, as urnas mostram Carlos Alberto David dos Santos, o Coronel David (PSC), com 4,83% (20.631 votos). “O Marquinhos já tentou falar comigo sobre apoio no segundo turno, mas a decisão deve ficar para amanhã. Tenho que falar com o pessoal que me ajudou na campanha”, afirma o deputado estadual e ex-comandante da Polícia Militar.

Ele afirma que ficou satisfeito com o desempenho. Mesmo enfrentado uma campanha com pouco tempo de propaganda na televisão. “Fiz um trabalho propositivo, sem ataques, não tive que ceder tempo nem direito de resposta a outros candidatos”, afirma.

Candidato do PV, Marcelo Bluma obteve 2,51% (10.707 votos) e também considerou satisfatória a sua participação no primeiro turno das eleições. "Fizemos uma campanha programática, com uma boa coligação. É claro que com uma disputa polarizada fica difícil conseguir uma votação expressiva. Mas ficamos em frente a outras candidaturas fortes, como a do PT", afirma.

Sobre o apoio no segundo turno, Marcelo Bluma diz que vai se reunir com quem esteve na campanha no primeiro turno e entre esta segunda-feira (3) e terça-feira (4) devem chegar a uma decisão. "A partir de hoje vamos avaliar quem apoiar no segundo turno. Vou passar o dia inteiro fazendo contato com os integrantes do PV e da REDE para decidirmos se vamos apoiar alguém".

Em seguida, Alex do PT, ficou com 1, 99% (8.482 votos). Athayde Nery (PPS) teve resultado de 0,93% (3.965 votos). O candidato Aroldo Figueiró (PTN) aparece com 0,76% (3.231 votos). Pedro Pedrossian Filho (PMB) obteve 0,57% (2.416 votos). Lauro Davi (Pros) ficou com 0,45% (1.943 votos). Adalton Garcia (PRTB) obteve 0,38% (1.607 votos), seguido por Suél Ferranti (PSTU), que aparece com 0,31% (1.320 votos).

Elizeu Amarilha (PSDC) teve 0,05% (200 votos). Estreante nas eleições, José Flávio Arce (PCO) ficou com 0,04% (158 votos). Os votos da candidata Rosana Santos (Psol) não foram divulgados (Psol). Mas, conforme consulta ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral), ela totalizou 2.351 votos, que estão sub judice.



Votei no Bernal, mas acredito que deva apoiar o Marquinhos pois não consigo imaginar apoiando uma participante segundo ele e a Gaeco de golpe contra sua candidatura.
 
Walmir Fernandes em 03/10/2016 15:14:42
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions