A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

24/09/2012 23:14

Durante debate, candidatos firmam compromisso com Arquidiocese

Nadyenka Castro

Eles assinaram documento sobre ética, vida, saúde, educação, juventude

Sete candidatos participaram do debate. Sorteio definiu posição à mesa, ordem de perguntas e respostas. (Foto: Pedro Peralta)Sete candidatos participaram do debate. Sorteio definiu posição à mesa, ordem de perguntas e respostas. (Foto: Pedro Peralta)

Os sete candidatos a prefeito da Capital assinaram nesta segunda-feira durante debate na UCDB (Universidade Católica Dom Bosco) Protocolo de Intenções elaborado pela Arquidiocese de Campo Grande.

De acordo com o arcebispo Dom Dimas Lara Barbosa, o documento fala sobre ética, saúde, respeito à vida, agricultura, juventude e educação. “São os requisitos mínimos esperados”, declarou Dom Dimas. “Será registrado em cartório e depois apresentado à população”, afirmou.

Conforme explicado pelo arcebispo, o Protocolo de Intenções orienta que, caso eleito, o candidato organize o secretariado e assessores ‘ficha limpa’; que defenda o direito à vida e que não apóie iniciativas de descriminalização do aborto; que faça políticas públicas de valorização da família e de apoio àquelas que enfrentam situação de risco e que apóie políticas de preservação da identidade indígena.

Na área da saúde, o documento pede a construção, inauguração e implantação de pronto socorro municipal para traumas; políticas para atendimento a dependentes químicos. Dom Dimas também citou que alimentos produzidos em assentamentos e pela agricultura familiar sejam servidos nas escolas; que sejam feitos projetos voltados à juventude para prevenção da violência e, por fim, ampliação da rede de ensino municipal de tempo integral.

Para cada item, o candidato tinham opção de assinalar Concordo ou Não Concordo. A maioria dos candidatos declarou concordar integralmente com o documento elaborado pela Arquidiocese de Campo Grande. Com isso, eles firmam compromisso com a Igreja Católica.

Antes de anunciar a assinatura do Protocolo de Intenções, Sidney Melo (PSOL); Reinaldo Azambuja (PSDB); Marcelo Bluma (PV), Alcides Bernal (PP), Suel , Edson Giroto (PMDB) e Vander Loubet (PT), responderam a diversas perguntas elaboradas pela Arquidiocese e pela UCDB. Foram duas horas de debate.

Foram 15 questionamentos sobre saúde, educação, violência, projetos para áreas rurais, transporte público, juventude. Cada candidato respondeu a dois e teve dois minutos para respostas e não foram feitos pedidos de réplicas. As perguntas foram feitas de acordo com sorteio.

Apesar de ter sido proibida a manifestação de quem assistia ao vivo o debate, já nas considerações finais houve expressão rápida de pequenos grupos.

Colóquio vai discutir situação de crianças e adolescentes indígenas em Dourados
Os diretos de crianças e jovens indígenas na região de Dourados, localizada a 233 quilômetros de Campo Grande, será o tema dos debates que acontecem ...
Ibope aponta empate técnico na Capital, com vantagem para Bernal
Foi divulgada nesta segunda-feira (24) a terceira pesquisa do Ibope (Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística), contratada pela TV Moren...
Arquidiocese de Campo Grande cria cartilha com orientações eleitorais
O arcebispo Dom Dimas Lara Barbosa comentou na noite desta segunda-feira (24) que a arquidiocese, em conjunto com a UCDB (Universidade Católica Dom B...


Interessante, em São Paulo houve criticas a 1 candidato, dizendo que era apoiado por uma igreja e criticaram a igreja porque não tem que se meter em política. Acho que as igrejas são formadas por pessoas, que votam, portanto tem tudo a ver com política. Política é uma Ciência, quem disvirtua são os doentes.
 
luiz alves em 25/09/2012 08:25:56
Parabéns a Dom Dimas, pois ao assinarem este protocolo, os candidatos se comprometem com o povo e com as principais necessidades do povo. Se num futuro próximo o candidato eleito não cumprir com o que "protocolou".... A Arquidiocese tem o documento assinado em cartório para apresentar a sociedade e dizer claramente: Fulano não cumpre o que promete...
 
Ana Cristina Fernandez em 25/09/2012 05:37:59
A iniciativa do momento de ontem onde os candidatos à prefeitura puderam apresentar suas propostas e em seguida assinar/ou não (e manifestar publicamente se assinou ou não) um documento que será registrado em cartório com compromissos envolvendo as diversas necessidades sociais, foi admirável! Uma bela resposta pra quem acha que fé e política não devem se misturar. PROFÉTICO!
 
Talita da Mata em 25/09/2012 05:25:21
Uma brilhante iniciativa da Universidade Católica Dom Bosco e a Arquidiocese de Campo Grande. Oferecer a População de campo Grande esse debate para que sejam melhor conhecido os projetos e as intenções de cada candidato. Firmando um compromisso em documento com toda a população, assim podemos cobrar. Parabéns aos organizadores desse debate.
 
Guido Nogueira em 25/09/2012 03:15:23
Luiz Alves.
Não há nada contra o candidato Russomano ser apoiado por A, B ou C. O que se pede é que ele, Russomano, diga claramente quais são suas intenções. Pois se ele for apoiado pela IURD e depois de eleito seguir as diretrizes da IURD, como fará um governo laico imparcial?
 
Jaques D. Bonamigo em 25/09/2012 02:23:47
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions