A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

12/02/2015 11:00

Durante Fórum, Azambuja afirma que não vai negativar servidores de MS

Priscilla Peres e Leonardo Rocha
Governador se reuniu com representantes do sindicato nesta manhã. (Foto: Leonardo Rocha)Governador se reuniu com representantes do sindicato nesta manhã. (Foto: Leonardo Rocha)

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) participou hoje do Fórum Sindical de Servidores Públicos de MS, onde voltou a falar sobre o a situação dos consignados que foram descontados mas o valor não foi repassado ao banco e também o valor dos sindicatos, que teriam sido descontados dos servidores em folha, mas também não repassado.

A dívida com consignados soma R$ 51 milhões e atinge 44 mil funcionários do governo. "Nenhum servidor será negativado. Estamos em negociação com os bancos e a questão está sendo resolvida. Isso tudo por que foram cancelados os empenhos liquidados no governo anterior o que dificultou a nossa administração. Estamos adequando as condições jurídicas, vamos fazer um termo de acordo com os bancos para que não haja prejuízo aos servidores", disse o governador.

Sobre o repasse sindical, Azambuja disse que também foram cancelados empenhos no dia 31 de dezembro e que o departamento jurídico do Estado está tomando as providências, mas a situação está quase resolvida. "Faltam só dois sindicato que não receberam em dezembro", disse ele sobre o valor que soma R$ 1,6 milhões.

Segundo ele ficou combinado que esse repasse sindical será feito no dia 20 de cada mês e o salário continuará sendo pago no dia 1° do mês, como já vinha sendo feito durante o governo André Puccinelli (PMDB).

Outra questão discutida hoje foi sobre a previdenciária. De acordo com levantamento, o Tesouro do Estado aporta R$ 128 milhões por mês, em função do desiquilíbrio das contas na agências previdenciária, que ajustou os valores de repasse.

Azambuja afirma que vai fazer um estudo e chamar sindicatos para discutir. "Temos que buscar o equilíbrio, corrigir essas distorções", disse. Do lados dos funcionários, o coordenador do Fórum e presidente da Sinpol, Alexandre Batbosa, disse que o encontro foi muito bom, principalmente por que os servidores não serão negativados.

Ele citou o acordo para pagamento no dia 1º e também por ter iniciado essa discussão da questão previdenciária, importante para os funcionários.

Servidores poderão ser negativados por falta de pagamento de emprestímo
Cerca de 44 mil servidores públicos estaduais poderão ficar com o nome sujo em decorrência da falta de pagamento pelo governo do Estado de empréstimo...
Banco terá que indenizar cliente que teve nome negativado por parcela paga
O Banco Bradesco terá que pagar R$ 8 mil de indenização por danos morais, e declarar inexistente um débito incorreto cobrado de Cícero Fermino da Sil...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions