A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

17/06/2016 10:55

Edital da 1ª parceria público privada de MS será lançado semana que vem

Edital para seleção de empresas será aberto semana que vem

Mayara Bueno e Leonardo Rocha
Governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), nesta sexta-feira (17). (Foto: Fernando Antunes)Governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), nesta sexta-feira (17). (Foto: Fernando Antunes)
Governo entregou equipamentos para a Sanesul. (Foto: Fernando Antunes)Governo entregou equipamentos para a Sanesul. (Foto: Fernando Antunes)

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB), anunciou, nesta sexta-feira (17), que o governo firmará a primeira PPP (Parceria Público Privado) do Estado na Sanesul (Empresa de Saneamento em Mato Grosso do Sul) e que o edital do projeto será lançado semana que vem.

Após a abertura do edital, empresas interessadas poderão apresentar uma PMI, que é uma Proposta de Manifestação de Interesse, segundo o governador. A intenção da PPP é levar esgotamento sanitário para os 68 municípios de MS, que fazem parte da atuação da Sanesul.

Nesta sexta-feira, o governador explicou que não se trata de uma privatização, nem concessão. A Sanesul continua sendo uma empresa 100% pública”, esclarece. No caso da PPP, a empresa classificada investe seu capital e realiza o serviço, como contrapartida pode lucrar com divisão com o governo de taxas recolhidas pelo serviço ou remunerado pelo governo. Demais detalhes sobre a PPP serão divulgados somente semana que vem, quando o edital for aberto, em uma coletiva de imprensa.

De acordo com o governador, se o esgotamento fosse realizado somente pela Sanesul, o serviço poderia levar de 50 a 60 anos para ficar pronto, enquanto que uma empresa tem a capacidade de concluir em 10 anos. “A intenção é fazer em espaço menor de tempo e com um serviço mais moderno. Esse investimento em saneamento e serviço de esgoto tem ligação direta com a saúde, quando investe em saneamento economiza em saúde".

R$ 4 milhões – Nesta sexta-feira (17), foi entregue a revitalização do complexo da Sanesul, em Campo Grande. Segundo o diretor-presidente, Luiz Rocha, foram investidos R$ 4.659.449,00 de recursos próprios no setor. Deste total, uma parte foi destinada a ampliação do complexo operacional.

A outra parte para compra de equipamentos, R$ 2.878.919,00 para aquisição de roçadeiras, bomba esgotar, carreta de reboque, carretilhas para moto, motocicletas, placa vibratória, carros, equipamentos de esgoto, contender e uma ambulância para o sindicato dos servidores da entidade.

O presidente esclareceu que a ampliação ocorreu no laboratório e que os equipamentos servirão para novas ligações, projetos, bem como para reposição de asfalto. Eles explicaram que, quando a Sanesul vai aos municípios para obras de esgoto acaba deixando aberta valas nos asfaltos e, por isso, máquinas foram adquiridas. “Para que, se valas forem abertas, a própria Sanesul faça o reparo”.

Segundo o governador, os equipamentos vão “melhorar a eficiência dos trabalhos da Sanesul, além de terminar com esse problema nas cidades”, disse, se referindo a estragos deixados nas ruas. “Além da falta de recursos para obras esporádicas, os municípios reclamavam destas valas que demoravam para ser tapadas”. O recurso e equipamentos serão distribuídos para todas as unidades regionais de MS.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions