ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, TERÇA  09    CAMPO GRANDE 12º

Política

Em ato simbólico, Rose volta à terra natal para "lançar" pré-candidatura

Ela vai sair do PSDB e se filiar ao União Brasil no dia 12 de março

Por Gabrielle Tavares | 06/03/2022 07:56
Rose Modesto lançou pré-candidatura em Culturama, distrito onde nasceu. (Foto: Divulgação)
Rose Modesto lançou pré-candidatura em Culturama, distrito onde nasceu. (Foto: Divulgação)

Deputada federal Rose Modesto (PSDB) lançou a pré-candidatura ao governo de Mato Grosso do Sul no fim da tarde de sábado (5). O evento simbólico aconteceu em Culturama, distrito de Fátima do Sul, em frente a casa onde a deputada nasceu.

Ela já havia anunciado a pré-candidatura no dia 7 de fevereiro e foi até sua terra natal para gravar material para o ato de filiação ao partido União Brasil, no dia 12 de março.

Por enquanto, ela ainda está filiada ao PSDB, mas deve concorrer ao pleito pelo União Brasil, já que o pré-candidato dos tucanos é o secretário Estadual de Infraestrutura, Eduardo Riedel.

Rose já foi vereadora de Campo Grande entre os anos de 2008 e 2012, e tomou posse como vice-governadora em 2015. No ano seguinte, em 2016, chegou a disputar no segundo turno a prefeitura da Capital com Marquinhos Trad (PSD), mas perdeu com 41,23% dos votos.

Em 2018, foi eleita deputada federal mais votada do Estado, com 120.901 votos.

Ainda no sábado, Marquinhos também lançou sua pré-candidatura ao pleito, mas precisa abandonar a prefeitura até o dia 2 de abril.

Além de Rose Modesto, Eduardo Riedel e Marquinhos Trad, já anunciaram que concorrerão à sucessão de Reinaldo Azambuja (PSDB) os ex-governadores André Puccinelli e José Orcírio Miranda dos Santos, o Zeca do PT; o deputado estadual Renan Barbosa Contar, o Capitão Contar, que migrará do PSL para o PL; o ex-vereador de Campo Grande Vinícius Siqueira (PROS) e o advogado Humberto Abussafi Figueiró, o Beto Figueiró (PRTB).

Nos siga no Google Notícias