A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

21/03/2013 21:50

Em Brasília, deputados estaduais discutem criação da CPI da Telefonia

Nícholas Vasconcelos

Deputados estaduais se reuniram em Brasília (DF) para discutir a criação de CPIs (Comissões Parlamentares de Inquérito) nas Assembleias Legislativas de todo País. A medida é proposta pela Unale (União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais).

O deputado estadual Carlos Arroyo (PR), primeiro secretário da instituição, participou desta primeira discussão para apurar as irregularidades cometidas pelas operadoras de telefonia.

A CPI da telefonia aponta a investigação para diversas falhas das empresas para com os consumidores, mas o foco será a qualidade dos serviços prestados pelas operadoras em todos os estados, assim como a readequação da Lei Geral de Telecomunicações de 1997.

No encontro, os integrantes da Comissão decidiram as CPIs serão instaladas simultaneamente no dia 16 de abril. Até o momento, 13 Casas de Leis já protocolaram o requerimento de criação, enquanto as demais estão em processo de instalação como de Mato Grosso do Sul.

De acordo com os deputados, as empresas de telefonia são campeãs em reclamações dos consumidores. As queixas indicam problemas nas coberturas, nos serviços, quedas freqüentes nas ligações, falta de antenas. Além disso, ha contas indevidas e sem fiscalização, centrais de atendimento ao cliente ineficiência e sem qualidade.

O deputado Arroyo disse que já há uma audiência pública pré-agendada para o dia 2 de abril na Fiems (Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul). O objetivo é debater o tema e embasar a Comissão.

“A nossa tarifa da telefonia celular é a segunda mais cara de todo o mundo, porém o nosso serviço está entre os piores. No Mato Grosso do Sul temos o problema seríssimo de cobertura, tem regiões em que o celular não funciona. No Pantanal, na zona rural e nos pequenos municípios o serviço é péssimo”, afirmou Arroyo.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions