A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

25/04/2013 11:00

Em gravação, deputado do PT de MS pede "ajuda à Máfia do Asfalto"

Aline dos Santos
Vander pede ajuda desesperada a empreiteiro. (Foto: Rodrigo Pazinato)Vander pede ajuda "desesperada" a empreiteiro. (Foto: Rodrigo Pazinato)

A PF (Polícia Federal) interceptou ligação do deputado federal Vander Loubet (PT) para o empreiteiro Olívio Scamatti, preso acusado de comandar fraudes em licitações no interior de São Paulo, esquema batizado de “Máfia do Asfalto”. Conforme o jornal O Estado de São Paulo, a PF e a Procuradoria da República avaliam que o caso do parlamentar de Mato Grosso do Sul é o mais grave dentre os detentores de foro privilegiado.

No telefonema, Loubet pede ajuda ao empreiteiro. “Vê se você resolve, eu tô no desespero", diz o petista a Scamatti, que foi preso na Operação Fratelli. O deputado diz ao controlador do Grupo Demop que vai se encontrar com "o governador daquele Estado". A ligação foi em 12 de março. Não fica claro quem é o governador citado.

"(o governador) Chega hoje à noite e tá querendo conversar amanhã de manhã com nós, se você puder vir e, mais do que isso, o nosso amigo lá do Rio vai vir aqui também, vai almoçar comigo e se você estiver aqui pra tentar matar aquele negócio, que eu tô precisando resolver com ele aquilo, sabe, o diretor lá. Eu queria dar uma prensa naquele negócio lá, sabe?", prossegue Vander.

Segundo a Agência Estado, ao fazer o apelo "desesperado" a Scamatti, Loubet diz: "Eu sei a situação, eu não sou de ligar, mas eu tô desesperado, rapaz, sabe o negócio lá... já venho empurrando, empurrando". O empreiteiro responde secamente: "Pode deixar".

Loubet é um dos deputados federais do PT e do PSDB citados na investigação que desarticulou a "Máfia do Asfalto", instalada em gestões municipais. Também são apontados Cândido Vaccarezza e José Mentor, ambos petistas por São Paulo, e Edson Aparecido (PSDB), atual secretário-chefe da Casa Civil do governo Geraldo Alckmin (PSDB).

Por meio da assessoria de imprensa, o deputado federal Vander Loubet afirma que conhece o empreiteiro, mas que não recebeu doação de campanha. Ele também não vai se pronunciar antes de conhecer a íntegra da investigação.



As paixões continuam e o ódio daqueles que não sabe o que criticam e porque criticam. A Matéria citou um cara de um Deputado de 1 partidoe outro que é chefe de gabinete de outro partido que faz oposição, mas já teve no comando. Santo não existe dentro da política. Nós que somos eleitor, temos que ter vergonha de ficar aqui elogiando alguém. É tanta coisa errada que nem dar para sitar.
 
luiz alves em 25/04/2013 20:32:57
É por essas e outras razões que a comissão de constituição e justiça (composta por condenados do mensalão) esta propondo interferir nas decisões do STF, assim eles poderão legislar em causa própria sem impunidade.
 
Tony Reis em 25/04/2013 14:04:41
Este é o principal serviço do Vander, há muito tempo. Um dia a casa cai. Pena, para a desgraça do povo, que evidências como esta não resultam em nada.
 
Fatima Costa em 25/04/2013 13:43:24
Imaginem se descobrirem toda história, e quando eu digo "toda" me refiro desde de 2003, é uma pena que hoje estamos vivendo uma ditadura imposta pelo PT, o povo nem comenta estão todos alienados, LUnáticos, muLAs sem cabeças, ou seria lulamaniacos?
 
Antônio Lima em 25/04/2013 13:41:31
Esses políticos são tudo farinha do mesmo saco! Prejudicando o povo em favor de benefícios próprios! Foi esse mesmo "senhor" que vociferou contra a corrupção dos políticos adversários e agora a máscara tá caindo! Fora corja corrupta! E cadê o MPE? Prá "proibir show e eventos" eles aparecem! Isso que tá acontecendo é menos importante do que tolir a cultura e o entretenimento da capital, né?!
 
Ricardo Franco em 25/04/2013 13:38:40
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, só rindo mesmo! #Xatiado
 
Giullyano Rocha em 25/04/2013 12:57:54
Vergonhoso. Nós temos que dar um basta nessa falta de carater dessas pessoas que deveriam nos representar, e lutar pelos interesses de pessoas de bem que sobrevivem de salário e pegam seus impostos.
 
Márcia Pradella em 25/04/2013 12:56:38
Ate parece que iria se pronunciar!!!! kkkkkkkk
 
SIDNEI MENESES AQUINO em 25/04/2013 12:40:47
São evidências de que a "maracutáia" pelo Brasil afora não tem fim. O que impressiona realmente é a frequência com que estas manobras ilícitas vem ocorrendo. Cito os casos os quais minha memória consegue lembrar: DNIT, Palocci, Mensalão, onde os culpados são todos conhecidos, tudo está apurado, os cheques assinados, as contas no estrangeiro, os vídeos, as provas inquestionáveis, mas o governo perverso do PT nega e ignora tudo. Onde vamos parar?
 
ADALTO DE OLIVEIRA DIAS em 25/04/2013 12:16:48
é ai ta mais um dos que era candidato a prefeito de campo grande, coitada da nossa cidade morena já ta roxa de tanta vergonha.....
 
ely monteiro em 25/04/2013 11:48:25
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions