A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

16/12/2014 09:53

Fim do mistério: André indica deputado para vaga de conselheiro do TCE

Edivaldo Bitencourt e Leonardo Rocha
Antonio Carlos Arroyo foi indicado oficialmente hoje para ser o novo conselheiro do TCE (Foto: Marcelo Calazans)Antonio Carlos Arroyo foi indicado oficialmente hoje para ser o novo conselheiro do TCE (Foto: Marcelo Calazans)

Após a publicação da aposentadoria de José Ricardo Cabral, o governador André Puccinelli (PMDB) acabou com o mistério e indicou o deputado estadual Antonio Carlos Arroyo (PR) para a nova vaga de conselheiro do TCE (Tribunal de Contas do Estado). A indicação acaba de ser entregue na Assembleia Legislativa pelo secretário estadual da Casa Civil, Carlos Roberto de Marchi, o Neno.

O governador fez mistério sobre a indicação até o último minuto. Ontem, ele até deu entrevista em que apontava que avaliava os nomes de Arroyo, do secretário estadual de Obras, Edson Giroto, e de um terceiro, que não revelou quem era.

A indicação só foi possível após a publicação da aposentadoria de José Ricardo, que alegou motivos de saúde e requereu o benefício no dia 25 de novembro deste ano. No entanto, o processo ficou parado no TCE e a demora causou polêmica e mobilizou deputados.

Ontem à tarde, Arroyo, o presidente da Assembleia, deputado estadual Jerson Domingos (PMDB), e do procurador-geral do Estado, Rafael Coldibelli Francisco, foram ao TCE e conseguiram o ofício requerendo a aposentadoria, que foi assinado pelo próprio José Ricardo.

O processo estava concluso para o conselheiro Ronado Chadid, que é corregedor do Tribunal de Contas. Ele estava viajando e a tramitação foi “agilizada” pelo presidente do TCE, que é o próprio aposentado.

Arroyo tem o apoio da maioria dos deputados e não deve enfrentar dificuldade em ter o nome aprovado. O parlamento tem até quinta-feira para aprovar a indicação, que é encaminhada ao governador para nomeação e publicação no Diário Oficial do Estado.

Perfil – Arroyo é engenheiro civil formado pela UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul). Ele foi secretário municipal de Obras de Campo Grande de 1979 a 1980. Foi diretor-geral do Departamento de Obras Públicas Estadual de 1980 a 1983 e secretário especial do governador Pedro Pedrossian de 1991 a 1994.

Ele participou da construção do Parque dos Poderes, do Guanandizão e do estádio Douradão. Está no quinto mandato consecutivo de deputado estadual e não disputou a reeleição neste ano considerando certo a indicação para o cargo de conselheiro do TCE.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions