A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

25/08/2015 12:16

Flávio César será o 3º prefeito da Capital em um ano e cinco meses

Aline dos Santos e Leonardo Rocha
Flávio César (centro) vai assumir comando da prefeitura como interino. (Foto: Fernando Antunes)Flávio César (centro) vai assumir comando da prefeitura como interino. (Foto: Fernando Antunes)

O terceiro prefeito de Campo Grande em um ano e cinco meses será o vereador Flávio César (PTdoB). Vice-presidente da Câmara Municipal, ele anunciou que ocupará o cargo de forma interina diante da decisão judicial que afastou o prefeito Gilmar Olarte (PP) e o presidente da Casa de Leis, vereador Mario Cesar (PMDB).

No pronunciamento, feito no Plenarinho da Casa de Leis, ele informou que está seguindo o regimento e a LOM (Lei Orgânica do Município). “ O objetivo é não comprometer os serviços executados na cidade”, afirma Flávio César. A Câmara Municipal será assumida pela vereadora Thaís Helena (PT).

As posses deverão ser feitas ainda na tarde desta terça-feira. Olarte era vice-prefeito e assumiu o comando do município após a cassação do prefeito Alcides Bernal (PP), em março de 2014.

O afastamento dos cargos foi determinado pelo desembargador Luiz Claudio Bonassini da Silva, após pedido do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado). A situação desta terça-feira é desdobramento da operação Coffee Break, que investiga corrupção ativa e passiva, além de compra de votos para a cassação de Bernal.

Com a operação Lama Asfáltica, realizada em 9 de julho pela PF (Polícia Federal), surgiram gravações que apontam o envolvimento de João Amorim, dono da Proteco Construções, que estava contrariado com o fim de contratos com a prefeitura. As provas foram compartilhadas após autorização da 5ª Vara da Justiça Federal.

Sem saber que estava com as conversas telefônicas monitoradas pela Polícia Federal, Amorim articula e acompanha todo o processo de cassação à distância. E, de acordo com as interceptações, assim que a sessão é encerrada, ele recebe inúmeras ligações parabenizando-o pela vitória. Bernal foi cassado por 23 votos a 6.

O interino – Flávio César teve o celular apreendido hoje pelo Gaeco e figurou em investigação no ano passado. O vereador foi o relator da comissão processante que apontou pelo pedido de cassação de Bernal. Ele tem 47 anos e foi eleito com 6.514 votos. 



Pobre Campo Grande. O que fizeram contigo minha querida morena? Queriam mudanças? Estão aí. A cidade se tornou um lixo e continua um lixo. Sai lixo, entra lixo e nada muda. Até quando vamos padecer tanto? ou será preciso o italiano voltar à Prefeitura para por as coisas nos eixos? Ruim com ele, muito pior sem ele. Eis a nossa triste sina...
 
Barbarossa em 25/08/2015 13:15:56
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions