A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 19 de Abril de 2018

03/02/2012 13:15

Fórum reúne dez partidos no compromisso com a sustentabilidade na Capital

Wendell Reis
Caso sejam eleitos, candidatos vão ter 90 dias para apresentar plano baseado na Plataforma Cidades Sustentáveis(Foto:Wendell Reis)Caso sejam eleitos, candidatos vão ter 90 dias para apresentar plano baseado na Plataforma Cidades Sustentáveis(Foto:Wendell Reis)

Representantes do PSDB, DEM, PPS, PP, PSL, PHS, PSDC, PRB e PMN se reuniram em Campo Grande na manhã desta sexta-feira (3) para assinar o compromisso com a Plataforma Cidades Sustentáveis e inaugurar o Fórum Campo Grande Sustentável. O programa Cidades Sustentáveis, idealizado pelo Instituto Ethos, Rede Nossa São Paulo e Rede Social Brasileira, tem o objetivo de sensibilizar, mobilizar e oferecer ferramentas para que as cidades se desenvolvam de forma sustentável.

O coordenador do Programa Cidades Sustentáveis, Maurício Broinisi, declarou que fica emocionado ao encontrar uma colaboração com um trabalho de cinco anos de pesquisa. Ele revela que o trabalho não é utopia e consiste em levar aos municípios o que tem de melhor no mundo inteiro.

Broinisi destacou que a discussão é centrada no diálogo e não na disputa pelo poder. Ele apresentou um vídeo com algumas das maneiras de viver de maneira sustentável. Entre as alternativas estão o uso de bicicletas, luz solar, lixo transformado em adubo fértil e uso de energias sustentáveis.

O programa defende a ampliação das áreas verdes, erradicação da miséria, despoluição dos rios, instalação das creches para crianças e jovens, coleta seletiva, redução da poluição e instalação das ciclovias. Maurício detalha que sustentar é não deixar morrer, afundar ou cair, para preservar a espécie para o futuro. Os representantes que assinaram o documento se comprometeram a apresentar em 90 dias um plano de metas com as indicações do programa. Além disso, prestar contas com informações disponibilizadas nos sites das prefeituras.

O pré-candidato a prefeito de Campo Grande, deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB), fez questão de dizer que o programa nasceu da vontade de todos os partidos. Ele explica que o principal objetivo é discutir a Campo Grande que nós queremos para daqui a 15 ou 20 anos, quando teremos mais de um milhão de habitantes. Azambuja avalia que é preciso pensar na cidade de maneira mais organizada e planejada, discutindo a cidade e não nome de pessoas. Para Azambuja, a reunião de diversos candidatos mostra maturidade política.

O pré-candidato a prefeitura de Campo Grande pelo DEM, deputado federal Luiz Henrique Mandetta, avalia que o fórum é um evento suprapartidário e aberto a todos os que podem levantar da cadeira e influenciar o debate. Para exemplificar a necessidade de um conjunto de ideias, o deputado lembrou que um ser humano nasce de um momento de carinho entre duas outras pessoas. Ele defendeu que é preciso pensar nas próximas gerações e não eleições, contando com a união de pessoas do bem.

O também pré-candidato a prefeito de Campo Grande, vereador Athayde Nery (PPS), declarou que não se pode abandonar sonhos e que a vida deve ser baseada na liberdade, fraternidade e igualdade, defendendo que a democracia não pode ser autocratizada. Athayde salientou que é preciso usar e abusar das experiências corretas, pensando globalmente e agindo localmente.

O presidente do PP municipal e também pré-candidato a prefeitura de Campo Grande, Paulo Matos, avaliou o evento como moderno e que coloca a Capital no eixo das discussões feitas nas maiores cidades do mundo. Ele lembrou que falar em sustentabilidade é falar do futuro, enfatizando que Campo Grande já pensa em sustentabilidade, revelando que foi uma das primeiras cidades do País a instalar casas com aquecimento solar.

O representante do PHS, Wanderlei Macedo, declarou que a reunião fará o futuro prefeito acertar mais, discutindo qual Campo Grande quer e para dar um novo retoque. “Sem dizer que Campo Grande não está bem, mas fazendo muito mais”. O presidente do PSDC, Elizeu Amarilha, avaliou que as ideias podem ajudar a fazer os jovens que estão começando a votar se interessarem pelo processo eleitoral, valorizando a vida, com a participação da sociedade.

O presidente do PSC, Wilson Joaquim, avaliou o evento como um marco para a cidade de Campo Grande, que avaliou como bem administrada, mas que pode melhorar. O ex-vereador e representante do PRB, Pastor Reginaldo, agradeceu a oportunidade de participar e disse esperar que todo mundo junto possa fazer uma Campo Grande “cada vez mais nota 10”. A representante do PMN, Iara Costa, declarou que é preciso ter uma cidade sustentável e que isso virá com a responsabilidade ao gerir o dinheiro público.

O Fórum Campo Grande Sustentável vai realizar outros debates em Campo Grande, separando por segmentos, que incluem mobilidade, educação e esporte. Os partidos devem participar de uma reunião para elaborar uma agenda de debates.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions