A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

02/05/2013 17:28

G-6 e “Siufi fora do PMDB” fazem Bernal rir à toa e querer conversa

Zemil Rocha e Helton Verão
Bernal ficou entusiasmado com possibilidade de ter apoio do G-6 (Foto: Marcos Ermínio) Bernal ficou entusiasmado com possibilidade de ter apoio do G-6 (Foto: Marcos Ermínio)

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), ficou entusiasmado com a possibilidade aventada pelo G-6, grupo do “bloco independente” formado por seis vereadores na Câmara, de apoiá-lo. Durante evento da posse do Conselho Municipal Anti-drogas, na sede da Planurb, esta tarde, inicialmente Bernal tentou evitar a imprensa, mas ao ser questionado sobre o interesse do G-6 em integrar a base governista, mudou de humor e ficou mais tempo falando com os jornalistas.

Também demonstrou muita satisfação quando foi instado a se posicionar sobre a declaração do vereador Paulo Siufi (PMDB), líder do G-7, de que a formação do “bloco independente” é para valer e permanecerá mesmo que o PMDB resolva expulsá-lo. Contudo, foi cuidadoso com as palavras, visto que tem buscado uma relação harmoniosa com o governador André Puccinelli (PMDB), que o socorreu recentemente enviando medicamentos e materiais para as unidades de saúde da cidade.

“O Siufi está seguindo o exemplo do governador que recebeu a Dilma muito bem e se mostrou aberto à relação com a presidenta. Querem defender Campo Grande estamos juntos”, afirmou Alcides Bernal.

Sorrindo à toa, diante das perguntas sobre o G-6, Bernal admitiu que “gostou muito” das últimas declarações do líder do grupo, Paulo Siufi, que, descontente com a falta de espaço político na Câmara, sob a presidência de Mario Cesar, seu sucessor no cargo, criou o bloco e anunciou a intenção de buscar diálogo com o chefe do Executivo municipal. “Que bom, vou procurar ele. Se esse é o propósito vamos conversar”, afirmou o prefeito.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions