A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Agosto de 2017

10/03/2015 10:19

Governador descarta revogar taxa de inspeção veicular criada por antecessor

Flávia Lima e Leonardo Rocha
Governador diz que pode fazer estudo para redução da taxa de inspeção. (Foto:Marcelo Calazans)Governador diz que pode fazer estudo para redução da taxa de inspeção. (Foto:Marcelo Calazans)

Durante visita ao Museu do Índio, na manhã desta terça-feira (10), o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) ressaltou que não há como suspender a cobrança da inspeção veicular no Estado, já que ela foi determinada através de uma portaria assinada ano passado pelo então governador André Puccinelli e pelo diretor-presidente do Detran-MS.

O governador também destacou que a portaria atende a regras do Denatran, que atinge todos o estados do país. Sobre as reclamações em relação a taxa, Reinaldo voltou a afirmar que vai estudar uma redução no valor, que hoje varia de R$ 103,00 a R$ 120,00, além de ampliar os locais credenciados para a inspeção, evitando as longas filas de espera.criar condições para diminuir filas.

Reinaldo ressaltou que um dos pleitos dos caminhoneiros quanto a questão da inspeção já foi levado a Brasília. A categoria pede que a vistoria seja feita em caminhões a partir de dez anos de uso. “Sei que a população de um modo geral pede revisão dos critérios e que muitos estados ainda não aderiram, mas nós cumprimos uma exigência do Denatran. Se houve rum posicionamento diferente deles, nós seguiremos aqui”, disse.

Os deputados que integram a bancada do PT, na Assembleia Legislativa, já apresentaram um projeto de decreto legislativo, que tem a intenção de sustar a portaria do Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de MS), que regulamenta a taxa de inspeção veicular. Eles alegam que a cobrança é indevida e exorbitante para população de Mato Grosso do Sul.

Ainda tem o que entregar sobre Michel Temer em delação, diz Funaro
O corretor de valores Lúcio Bolonha Funaro, preso na Papuda, em Brasília, disse nesta quarta (16) que "ainda tem" o que entregar sobre o presidente M...
Sem consenso, Câmara adia votação da reforma política
Sem consenso e diante de muita polêmica, o plenário da Câmara dos Deputados adiou na noite desta quarta-feira (16) a votação do texto-base de parte d...



Esta certo ter uma inspeção veicular, mas deve ser feito de forma criterioso. Ou seja: a fiscalização deve realmente servir para a segurança de transito. Em vez de reprovar por causa de insulfilm ou a tinta nas placas deve verificar pneu, freio, suspensão, folga na direção, luzes. O Detran, por sua parte, não deveria cobrar taxas administrativos tão altos (pois é por isso que a taxa numa oficina é tão alto: o Detran cobra deles por cada carro vistoriado). O custo deve ser de acordo com digamos meia hora de trabalho de um mecanico mais 10% de lucro. Só para se ter uma ideia: a inspeção veicular em Holanda, checkando mais que 80 itens (freios e alinhamento por meio de teste eletronica) custa a partir de E 20 (R$ 60). E veja bem que uma hora de mão de obra lá é bem mais caro.
 
Marc em 10/03/2015 11:20:28
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions