ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, DOMINGO  16    CAMPO GRANDE 28º

Política

Governador sugere integração de ferrovias para melhorar escoamento de produção

Além de soluções logísticas, Reinaldo citou a união com PR, SC e RS para redução de carbono e avanço vacinal

Por Jhefferson Gamarra | 30/11/2021 13:46
Encontro do Codesul, que reúne governadores de MS, RS, PR e SC. (Foto: Divulgação)
Encontro do Codesul, que reúne governadores de MS, RS, PR e SC. (Foto: Divulgação)

Em Curitiba-PR, onde participa da reunião do Codesul (Conselho de Desenvolvimento e Integração Sul), o governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), apresentou soluções logísticas para melhorar o escoamento da produção entre os estados. Além disso, no encontro, foram discutidos ainda a viabilização da Rota Bioceânica, projetos para a redução da emissão de carbono e para o avanço da imunização contra a covid-19.

Os governadores do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, Reinaldo defendeu o maior uso e integração da Malha Sul, Nova Ferroeste e Malha Oeste. “Essa integração ferroviária é muito importante para o desenvolvimento do nosso País. Hoje, o Brasil tem uma grande capacidade produtiva e paga um preço caro pelo apagão logístico. Poderíamos ser mais competitivos tanto na importação quanto na exportação se tivéssemos uma logística melhor”, afirmou.

No encontro, o chefe do Executivo sul-mato-grossense sugeriu ainda a interligação das ferrovias com a Rota Bioceânica, tanto para escoar a produção e para a importação de insumos de outros países. “Ouvi do ministro Tarcisio [de Freitas, da Infraestrutura] inúmeras vezes que a única saída bioceânica factível no Brasil, que interliga Atlântico e Pacífico, é pela Malha Oeste, ligando a Ferroeste, ligando à Malha Paulista e ligando a Bolívia, Peru e Chile”.

Citando o prêmio Solar & Storage Live Awards 2021, conquistado pelo Projeto Ilumina Pantanal, na Inglaterra, Reinaldo sugeriu a união de esforços para que os estados dos participantes do grupo em prol da neutralidade nas emissões de carbono. “Temos que discutir a neutralidade das emissões. Cada estado tem a sua política, mas se juntarmos essas políticas em um conjunto, talvez possamos alcançar a meta em menor tempo e nós vamos ter um selo de sustentabilidade da produção dos quatro estados da região. Será muito importante”, sugeriu.

Na reunião que marca a posse do governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, como novo presidente do Codesul, no lugar até então ocupado pelo Carlos Massa Ratinho Junior, do Paraná,  Reinaldo sugeriu medidas conjuntas para incentivar a vacinação da população contra a covid-19, a exemplo de Mato Grosso do Sul, que já vacinou mais de 81% da população com ao menos uma dose.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário