A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

27/02/2008 16:30

Governo fez até edição extra do DO para anular cedência

Redação

O governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli, usou um expediente pouco comum para impedir que o engenheiro agrônomo David Lourenço tomasse posse como superintendente do Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Renováveis), para o qual foi nomeado na sexta-feira, para substituir Nereu Fontes, que estava na função há 5 anos. Puccinelli lançou mão de uma edição extra do Diário Oficial do Estado, que saiu no sábado, para publicar um ato que revoga decreto anterior cedendo David para o governo federal.

Com isso, ele fica impedido de assumir a função no Ibama, porque equivaleria a um acúmulo de cargos públicos, o que é vetado por lei.  Lourenço, segundo o Campo Grande News apurou, é cotado para a superintendência do Ibama desde outubro do ano passado. O ex-superintendente Nereu Fontes chegou a ser avisado sobre sua saída, o que não aconteceu por conta da necessidade de que,  antes da nomeação de David, houvesse a cedência por parte do governo de Mato Grosso do Sul.

Essa cedência, para a Presidência da República foi oficializada em dezembro. Agora, o governador resolveu desfazer o ato. A decisão teria sido uma retalização por não ter sido consultado para a troca do superintendente do Ibama. Puccinelli tem um outro escolhido para a função, o irmão do deputado federal Waldemir Moka, Waldir Miranda.

Desde sexta-feira, o Ibama de Mato Grosso do Sul, está sob o comando do superintendente-substituto, Márcio Yule, uma vez que Nereu Fontes já deixou a função.  A direção nacional do Ibama em Brasília foi consultada, mas não deu resposta ainda sobre como ficará a situação. David Lourenço está  na capital federal também e não comentou o assunto.

O Diário Oficial do Estado que anulou a cedência dele para o governo federal tem 15 páginas, contra uma média superior a 50 páginas do jornal oficial. Edições aos sábados são raras. Essa foi a primeira do ano. No ano passado, houve uma em outubro.

Assembleia vota prorrogação de adesão a fundo que regula incentivos fiscais
A prorrogação até 30 de dezembro do prazo para que empresas beneficiadas com incentivos fiscais concedidos pelo governo do Estado se inscrevam no Fad...
Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions