A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 22 de Julho de 2018

22/11/2017 16:30

Governo irá conceder isenção para quem fizer doação de medula óssea

Projeto que modifica lei estadual, vai ser votado na Assembleia

Leonardo Rocha
Projeto foi enviado para Assembleia Legislativa e será votado pelos deputados (Foto: Victor Chileno/ALMS)Projeto foi enviado para Assembleia Legislativa e será votado pelos deputados (Foto: Victor Chileno/ALMS)

O projeto enviado pelo governo estadual concede isenção em concursos públicos, apenas para quem realmente fizer a doação de medula óssea e não para aqueles que somente estejam cadastrados como eventual doador, no Redome (Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea).

A proposta altera a lei 4.287, de março de 2016, que tratava justamente da concessão deste benefício (isenção em concurso), para quem fosse doador de medula óssea. O governo justifica que muitas vezes a pessoa está cadastrada no banco de dados, mas não faz tal doação, e que esta distinção não estava prevista na atual legislação.

Quando vai se ter acesso a este benefício, se faz apenas a consulta automática a este banco de dados, que é coordenado pelo Inca ( Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva). “Os hemocentros localizados nos estados são responsáveis pelo cadastro das pessoas interessadas em se tornar doador”, diz o texto.

Se o projeto for aprovado pelos deputados, e modificar a lei estadual, apenas os candidatos que realizaram a doação de células de medula óssea é que terão isenção na taxa de concurso. A proposta segue para as comissões da Assembleia, para depois ser votado pelos deputados no plenário. Se for aprovado, será encaminhado para sanção do governador.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions