A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Novembro de 2019

18/10/2019 12:42

Governo pede aval para usar recursos do Fundersul em convênios

Projeto foi enviado para Assembleia e será avaliado em breve pelos deputados estaduais

Leonardo Rocha
Obras de pavimentação em rodovias estaduais (Foto: Edemir Rodrigues/Agesul)Obras de pavimentação em rodovias estaduais (Foto: Edemir Rodrigues/Agesul)

O governo estadual enviou projeto aos deputados, em busca de aval para usar os recursos do Fundersul (Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário do Estado de Mato Grosso do Sul) em dois convênios, para aquisição de máquinas e equipamentos, que serão usados na construção e recuperação asfáltica.

Os convênios firmados com o Conisul (Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento da Região Sul de Mato Grosso do Sul) preveem repasse de recursos para custeio, manutenção e operacionalização destes equipamentos, assim como obras nos municípios, como asfalto urbano e de rodovias desta região.

Foi realizada uma reunião do conselho do Fundersul, no dia 07 de outubro, onde os convênios foram provados pelos integrantes, no grupo que tem a participação de representantes da Assomasul (Associação dos Municípios de MS), Acrissul (Associação dos Criadores de MS) e Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de MS), entre outros.

Recursos - Também foi divulgado a arrecadação e gastos do Fundersul de janeiro a dezembro deste ano. Ao todo chegaram aos cofres estaduais R$ 665,7 milhões, sendo que desta verba, R$ 160,19 milhões seguem aos municípios e R$ $ 505,5 milhões ficou com a Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos).

Deste montante, as obras de pavimentação asfáltica em rodovias ficaram com R$ 55 milhões, já as ações de recuperação e vias públicas e drenagem urbana, R$ 118,8 milhões. Na área de recuperação e manutenção de rodovias foram destinado R$ 236,8 milhões.

Para construção e reforma de pontes foram repassados R$ 40 milhões, enquanto que na aquisição de veículos de apoio, máquinas e equipamentos, mais R$ 15 milhões. O projeto segue para as comissões da Assembleia, para depois ser votado em plenário pelos deputados.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions