A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

30/07/2009 06:41

Governo viu superávit cair 21% em 6 meses

Redação

Balanço do terceiro bimestre deste ano constata aumento de 9,5% na receita do Governo estadual, apesar da tão falada crise econômica mundial, da queda no PIB (Produto Interno Bruto) e dos sinais de recessão na economia brasileira.

Por outro lado, sob intensa crítica da oposição, o governador André Puccinelli (PMDB) ampliou em 37,8% os recursos destinados para investimentos no primeiro semestre deste ano em relação ao mesmo período do ano passado.

De janeiro a junho deste ano, o Estado teve receita de R$ 3,385 bilhões, crescimento de 9,5% em relação aos R$ 3,089 bilhões registrados no mesmo período do ano passado. O maior aumento, de 12,5%, ocorreu na arrecadação do IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículo Automotor), de R$ 127,6 milhões para R$ 143,6 milhões.

Maior fatia da receita estadual, a arrecadação do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) teve oscilação mais tímida, de 4,6%, de R$ 1,635 bilhão para R$ 1,711 bilhão. Apesar de modesto, o Governo registrou crescimento no período em que a economia brasileira apresentou sinais de retração.

A única diminuição foi no repasse do FPE (Fundo de Participação dos Estados, de 4,2%, de R$ 259,2 milhões para R$ 248,3 milhões.

Gastos

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions