A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

27/04/2014 18:43

Influência de vereadores em eleição de bairro provoca troca de acusações

Kleber Clajus
Escolha de liderança comunitária pode ir parar no Ministério Público (Foto: Marcelo Victor)Escolha de liderança comunitária pode ir parar no Ministério Público (Foto: Marcelo Victor)

O apoio de vereadores a candidatos para associação de moradores do Ramez Tebet gerou troca de acusações, neste domingo (27), em Campo Grande. Das três chapas que disputaram, venceu aquela apoiada por Ademir Vieira, o Coringa (PSD). As demais estudam recorrer ao MPE (Ministério Público Estadual) para anular a eleição.

Diversas irregularidades foram denunciadas pelas chapas durante o processo, conduzido pela UCAF (União Campo-grandense de Associações de Moradores em Favelas), como erros cadastrais e na grafia do nome de moradores aptos a votar. Em outro momento, causou indignação à presença de assessores de Coringa e da visita da vereadora Luiza Ribeiro (PPS) a área de votação. Ao todo foram registrados 298 votos, sendo três em branco.

As chapas 1 e 2 chegaram a protocolar um pedido de impugnação da eleição, mas não obtiveram êxito. Como justificativa, a presidente da UCAF, Patrícia Souza de Oliveira, limitou-se a dizer que: “cumpriu-se o regimento proposto pelos candidatos e se houve erro não é da instituição e sim deles”.

Rogério Vargas Tiago, 36 anos, concorreu pela chapa 1 e se indignou com o fato de ver carros adesivados do vereador do PSD circularem com eleitores até o ponto de votação na rua Maria da Glória. “Isso está se caracterizando campanha política”, reagiu, tendo no saldo final recebido 69 votos.

Concorrendo pela chapa 2, a acadêmica de serviço social Liliana Simionatto, de 33 anos, conquistou 57 votos. Ela pedia “transparência” no pleito e disse ter convocado Luiza Ribeiro para ajudar com “esclarecimentos jurídicos”. “Foram grotescos os erros e um descaramento o apoio do vereador Coringa. Vamos recorrer ao MP sobre o resultado”, pontuou.

Eleita presidente da associação de moradores do bairro com 169 votos, a autônoma Solange Aparecida Angel, 35 anos, atribuiu a vitória não apenas ao padrinho político, mas sim como resultado do trabalho social que realiza na comunidade. Ela também disse que Coringa “em momento algum induziu os moradores a votar”.

Respostas – Para Coringa, o apoio à chapa vencedora não poderia ser diferente, uma vez que se trata de uma voluntária de seu mandato, no caso Solange que também seria filiada ao PSD.

“O Ramez Tebet é um colégio eleitoral que tem projeto social meu e é o bairro em que mais atuo. Corromper a população não existe. O perdedor sempre não está feliz e apoio político acontece em todas as eleições do presidente do bairro. Os meninos não trabalharam, não correram atrás e agora choram”, frisou o vereador.

Já Luiza Ribeiro disse ter se surpreendido com os carros do colega parlamentar transportando os moradores.
“O que a gente viu foi um monte de carro do Coringa carregando as pessoas. Eleição comunitária deve acontecer de forma autônoma. Quem deve decidir o destino do bairro são os moradores e não se deve colocar estrutura de vereador para puxar para um ou outro candidato”, criticou.

Enquanto a polêmica segue, o vigilante Reinaldo João Veloso, 36 anos, ainda cobra o asfalto para as ruas do Ramez Tebet, que continuam em “descaso total”. Em contrapartida, o professor Jowilson Nunes, 37 anos, também espera que na próxima eleição ao menos possa votar e não ficar sujeito ao pré-cadastro das chapas que o deixou de fora do pleito neste ano.

Assembleia recebe prestação de contas e fará limpeza de pauta antes do recesso
A última semana de trabalho do Poder Legislativo de Mato Grosso do Sul em 2017 será aberta com a audiência pública para prestação de contas do govern...
Assembleia vota prorrogação de adesão a fundo que regula incentivos fiscais
A prorrogação até 30 de dezembro do prazo para que empresas beneficiadas com incentivos fiscais concedidos pelo governo do Estado se inscrevam no Fad...
Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...


balela balela balela essa eleição não passou de balela moro no Ramez Tebet e desconheço qualquer um dos candidatos, tipico de políticos que só aparecem em eleição.
 
Marcelo Lemos Tanaka em 28/04/2014 23:43:03
Eu moro no Ramez Tebet e nunca vi ou ouvi falar sobre os candidatos que supostamente concorreram aqui ou sobre a eleição... A unica coisa que eu vi foi um senhor(a) porco e relaxado que colou um adesivo na minha janela sem meu consentimento e ainda deixou a parte destacável do adesivo jogado na frente da minha casa de outros moradores. Essa eleição foi mais uma de faixada onde só participam aqueles que estão lucrando com esta balela.
 
Marcelo Lemos Tanaka em 28/04/2014 23:27:44
PQ as outras chapas não correram atras de apoio? Tem muitos vereadores na camara e, se convidam e pede apoio eles vem.Mas pensaram que ja estavam eleitos...
 
Mirtes Lourenço Camilo em 27/04/2014 19:32:25
Cada um corre atras do que pode, pediu apoio pro Coringa, ta certinho, pq os outros não foram atras de apoio? Pensaram que ja estavam eleitos. Quando tiver eleição aqui no meu bairro, que é Mario Covas, vou participar desde o inicio, até final das apurações.
 
Mirtes Lourenço Camilo em 27/04/2014 19:19:19
Esta vereadora, Luiza Ribeiro, até nos bairros, vem fazer confusão, devia ter sido cassada junto com Bernal. Veja que ela cita o Coringa, pra exaltar mais ainda e esquentar a confusão.
 
Mirtes Lourenço Camilo em 27/04/2014 19:15:47
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions