A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

08/02/2017 11:25

Investigação derruba superintendente de Segurança Pública de MS

Rafael Ribeiro
Coronel Deusdete em 2015, quando assumiu o comando da PM; ele também já foi chefe da Agepen (Foto: Arquivo)Coronel Deusdete em 2015, quando assumiu o comando da PM; ele também já foi chefe da Agepen (Foto: Arquivo)

As mudanças na Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública continuam neste início de ano. Depois do comando-geral da Polícia Militar e a presidência da Agepen (Agência Estadual de Administração Penitenciária), o superintendente da pasta, o coronel aposentado da PM Deusdete Souza de Oliveira Filho, pediu exoneração do cargo.

Segundo o secretário, José Carlos Barbosa, a saída de Oliveira do cargo é decorrência do Ministério Público Estadual investigar irregularidades em valores de compra de mercadorias e manutenção de presos durante o período em que esteve à frente da Agepen.

Após a saída do coronel aposentado da autarquia, em 2014, operação do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado) descobriu desvios de até R$ 17 milhões nas contas após compras de comida e produtos de higiene.

"Era algo (a exoneração) cujo pedido já estava em minhas mãos desde o início do mês", disse Barbosa.

Segundo o secretário, a saída de Oliveira só não foi ratificada ainda porque o coronel aposentado é quem está à frente do planejamento da aliança com as secretarias de segurança pública de Mato Grosso e Paraná para a coordenação de ações conjuntas das polícias.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions