A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 19 de Agosto de 2017

30/03/2017 10:25

Isenção a ônibus vem com tarifa congelada e reforma em terminais

Prefeito foi à Câmara apresentar projeto que prorroga por mais seis meses isenção de ISS ao Consórcio Guaicurus

Mayara Bueno e Richelieu de Carlo
Câmara suspendeu sessão para falar com prefeito sobre isenção de ISS. (Foto: Richelieu de Carlo).Câmara suspendeu sessão para falar com prefeito sobre isenção de ISS. (Foto: Richelieu de Carlo).

A Prefeitura de Campo Grande decidiu prorrogar a isenção do ISS (Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza) ao Consórcio Guaicurus, para manter a gratuidade da passagem do transporte coletivo de estudantes. Para isso, exigirá contrapartida das empresas do setor, como o congelamento do preço da tarifa e reforma dos terminais.

Atualmente com a tarifa de ônibus em R$ 3,55, o município não cobra a passagem de todos os estudantes da cidade. A atual isenção vence em 1º de abril e, com a possibilidade de ser retirada, o Consórcio falava em aumentar a taxa cobrada.

Na manhã quinta-feira (30), até o fechamento deste texto, o prefeito Marquinhos Trad (PSD) estava reunido com os vereadores na casa de leis. A sessão foi interrompida por volta das 9h45 pelo presidente, João Rocha (PSDB), que anunciou a ida do chefe do Executivo Municipal para tratar do assunto.

Ainda não há detalhes do projeto. Mas, a informação é de que uma reforma nos terminais de ônibus por parte do Consórcio, que mantém o serviço de transporte, foi condição para continuidade da isenção, bem como veto ao aumento no preço do passe.

Até então, Marquinhos afirmou que voltaria a cobrar o imposto, já que a renúncia de receita, com a isenção, era grande. A Viação São Francisco, Jaguar Transportes Urbanos, Viação Cidade Morena e Viação Campo Grande, que compõem o Consórcio Guaicurus, não recolhem ISS desde 2013.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions