A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

25/03/2008 08:22

Ivanete chega para depor sob forte escolta policial

Redação

Responsável pelas denúncias de suposto desvio de dinheiro público durante o governo Zeca do PT, Ivanete Leite Martins, chegou no Fórum de Campo Grande sob forte escolta da PF (Polícia Federal). Ela, que está entre os oito réus na ação movida pelo MPE (Ministério Público Estadual), será interrogada pelo juiz Luis Carlos de Souza Ataíde, da 2ª Vara Criminal. Ela está sob escolta por determinação judicial devido a gravidade das denúncias.

Ivanete será a única interrogada hoje. O ex-chefe da Casa Civil, Raufi Marques, também seria interrogado nesta terça-feira mas, uma decisão divulgada ontem, do desembargador João Batista da Costa Marques, suspendeu o interrogatório dele e de mais quatro réus. Os despachos do desembargador mandam oficiar o juiz de que o andamento do processo deve ser suspenso.

Ao todo, entre hoje e quarta-feira, estavam previstos oito depoimentos, incluindo o de Zeca, que foi o primeiro a ser suspenso. Além do de Ivanete,  só outros dois estão mantidos por enquanto.

A decisão atende a pedido dos advogados dos réus. Eles solicitaram que o mesmo benefício concedido ao ex-governador fosse estentido aos seus clientes. A liminar foi dada pelo desembargador que, para a acusação, é considerado suspeito de julgar casos que envolvam Zeca do PT, por ligações pessoais.

A denúncia de existência do esquema de desvio de dinheiro público já produziu, ao todo, de 12 ações relacionadas, envolvendo mais de uma centena de pessoas, que vão desde o ex-governador, o ex-secretário e ex-servidores que tinham cargo de confiança, empresários e profissionais de comunicação.

O escândalo surgiu em maio do ano passado, após uma entrevista da ex-servidora Ivanete Leite Martins, gravada em DVD, em que ela fala do desvido de verbas para formar Caixa 2. e as primeiras ações foram apresentadas em outubro. As denúncias do MPE apontam que mais de R$ 30 milhões teriam sido desviados

Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...
Assembleia vota Orçamento de R$ 14,4 bilhões de 2018 na terça-feira
O Orçamento de R$ 14,4 bilhões do Governo de Mato Grosso do Sul para 2018 passará pela votação em segunda discussão na terça-feira (19) na Assembleia...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions