A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 24 de Março de 2019

28/10/2018 15:45

Já são 97 problemas em urnas e 5 eleitores flagrados filmando voto

Balanço foi divulgado pelo TRE-MS nesta tarde, faltando menos de duas horas para o término da votação

Leonardo Rocha
Já são 97 problemas em urnas e 5 eleitores flagrados filmando voto
Eleitora durante voto em Campo Grande (Foto: Paulo Francis)Eleitora durante voto em Campo Grande (Foto: Paulo Francis)

Os problemas com as urnas eletrônicas em Mato Grosso do Sul já chegam a 97 casos até o momento, sendo 50 equipamentos substituídos e 47 que precisam de ajustes para seus funcionamento correto. Também foram registradas cinco ocorrências de eleitores filmando o momento de votação. Eles foram conduzidos pelas autoridades policiais.

Estes dados foram repassados pelo TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul), sendo o quarto boletim divulgado neste domingo (28) de eleição. Das 50 urnas que tiveram que ser substituídas, 20 foram em Campo Grande. Este número corresponde apenas a 0,76% do total de urnas no Estado, que se tratam de 6.533 aparelhos.

Segundo o TRE-MS, das 47 urnas que precisaram de “ajustes”, 10 casos ocorreram em Campo Grande. Os problemas neste quesito se tratam de arrumação de datae hora, trocas de impressora, bobina, tomadas e baterias. As questões foram resolvidas com o apoio técnico disponível para eleição.

Ocorrências – A Justiça Eleitoral informou que cinco eleitores até o momento, foram flagrados filmando a votação, o que se trata de um “crime eleitoral”, por corromper o “sigilo do voto”. Estes casos aconteceram em Campo Grande, Bataguassu e Ribas do Rio Pardo. Todos foram conduzidos para polícia.

Segundo as autoridades policiais, das prisões que ocorreram aparecem a de uma técnica de enfermagem de 31 anos, que fotografou a urna no momento da votação, na sessão em que estava no colégio Dom Bosco, em Corumbá. Além dela, Valcer Pinto Rodrigues, 32, e João Paulo de Araújo, 28, também foram detidos pelo mesmo crime, em Ribas do Rio Pardo.

De acordo com boletim de ocorrência, Valcer foi flagrado pelo mesário, na escola Jopa, filmando a urna. Orientado, ele apagou o vídeo do celular, mas foi encaminhado para a delegacia. Já João Paulo foi denunciado anonimamente, por filmar a votação e publicar no WhatsApp.

Já Marcelo da Silva Mendes, de 53 anos, foi preso por desacato e recusa de ordens ou instruções da Justiça Eleitoral. Conforme o registro, ele foi encontrado por policiais militares que estavam em ronda, próximo a uma praça no bairro Marambaia.

O primeiro preso da Capital também foi detido por estar embriagado. Ele não teve a identidade revelada e foi flagrado bebendo na zona eleitoral dos bairros Manoel Taveira e Santa Carmélia, região oeste de Campo Grande.

Já são 97 problemas em urnas e 5 eleitores flagrados filmando voto


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions