A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

10/09/2009 07:21

Jerson sugere chapa pura com Valter e Moka ao Senado

Redação

O presidente da Assembléia Legislativa, Jerson Domingos (PMDB), sugeriu hoje que seu partido lance chapa pura ao Senado nas eleições de 2010.

Dentro desta composição, o senador Valter Pereira e o deputado federal Waldemir Moka não precisariam mais disputar espaço. Na opinião de Jerson, uma chapa perfeita seria composta pelos dois peemedebistas.

"Eu faria uma chapa pura com Valter e Moka. São duas pessoas com credibilidade e experiência", disse o presidente da Assembléia durante entrevista ao programa Tribuna Livre, da FM Capital.

Entretanto, o governador André Puccinelli não deve liberar as duas vagas para o PMDB. Sua idéia é deixar espaço na chapa ao Senado para negociar com os partidos aliados.

Com isso, o PMDB pode perder Valter Pereira. O senador ameaça se filiar a outro partido, caso não consiga viabilizar seu projeto político.

Na opinião de Jerson, a segunda vaga não precisaria ser disponibilizada aos aliados. Segundo ele, os partidos que hoje desejam se aliar ao PMDB, incluindo legendas historicamente parceiras como DEM e PPS, não estão reivindicando cargos.

"Não há um pleito desses partidos para fechar uma chapa com o PMDB, eles querem espaço, discutir a chapa proporcional", comentou.

Jerson disse que o fato de o PMDB ter muitos candidatos é um "problema saudável". Hoje, além de Moka e Valter Pereira, também são cogitados os nomes dos prefeitos de Campo Grande, Nelsinho Trad, e de Três Lagoas, Simone Tebet.

PT x PMDB

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions